Biografia de Leila Diniz

814

Ficha

Nome: Leila Roque Diniz
Nascimento e local: 25/03/1945, Niterói, Brasil
Morte: 14/06/1972, New Delhi, India, acidente aéreo
Ocupação: atriz
Nacionalidade: Brasileira
Casamentos: Ruy Guerra e Domingos de Oliveira
Filha: Janaina Diniz

Biografia

Antes de iniciar uma carreira como atriz trabalhou como professora, lecionando para crianças pequenas em uma escola carioca. Porém, aos 17 anos sua vida se transformaria quando ela conheceu e se casou com Domingos de Oliveira, o cineasta. trabalhou em “Todas as mulheres do mundo” ao lado do marido, e resolveu seguir carreira artistica. Primeiro no teatro, depois na tv e mais tarde nos filmes. Aos poucos ela ia se aperfeiçoando e se tornando conhecida. Em 1965 ela se separaria de Domingos e iniciaria um novo romance com Ruy Guerra, pai de sua única filha Janaína.

Foram ao todo 14 filmes ao longo de apenas quatro anos de carreira. Uma mulher revolucionária, Leila não tinha medo de demonstrar sua liberdade, fosse exibindo sua barriga de grávida na praia, fosse falando abertamente sobre assuntos que até então eram tabus. Era uma mulher à frente de seu tempo.

Na segunda metade dos anos 60, fez uma ponta no teatro, chamada por Cacilda Becker, e depois estreou no cinema com um pequeno papel em “O mundo alegre de Helô” (1965). Em 1966 ficou famosa com “Todas as mulheres do mundo”. Fez ainda “Edu, coração de ouro”; “O homem nu”, “Madona de Cedro” e “Corisco”. Na televisão fez algumas novelas, “O sheik agadir” e “Eu compro essa mulher”.


Viajava de volta do Festival Internacional de Adelaide, na Austrália, onde fora receber o prêmio de melhor atriz, quando o avião em que estava caiu. Tinha apenas 27 anos e estava morrendo de saudade de sua filha Janaina. A garotinha foi criada por sua amiga Marieta Severo.

Filmes

Dia Marcado, O (1977)
Amor, Carnaval e Sonhos (1972)
Mãos Vazias (1971)
“E Nós Aonde Vamos?” (1970)
Donzelo, O (1970)
Azyllo Muito Louco (1970)
“Dez Vidas” (1969)
“Vidas em Conflito” (1969)
Paqueras, Os (1969)
A Menina do Veleiro Azul” (1969)
“Acorrentados” (1969)
Corisco, O Diabo Loiro (1969)
Fome de Amor (1968)
“Direito dos Filhos, O” (1968)
A Madona de Cedro (1968)
Homem Nu, O (1968)
Edu, Coração de Ouro (1968)
Juego peligroso (1967)
“Anastácia, A Mulher Sem Destino” (1967)
“A Rainha Louca” (1967)
Mineirinho Vivo ou Morto (1967)
Mundo Alegre de Helô, O (1967)
Todas as Mulheres do Mundo (1967)
“Sheik de Agadir, O” (1966)
“Eu Compro Esta Mulher” (1966)
“Um Rosto de Mulher” (1966)
“Paixão de Outono” (1965)
“Ilusões Perdidas” (1965)

Vídeos

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorKingsman 2: O Circulo Dourado (2017)
Próximo artigoA casa de Greta Garbo em Palm Springs
Formada em Letras, Design e Especialista em Estudos cinematográficos. É sobretudo uma curiosa sobre o cinema. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.