Chaplin morreu há 40 anos, mas sua história continua viva

682

A primeira vez que entrei em contato com a obra de Charles foi ainda pré-adolescente. Seus curtas passavam na tv nas manhãs de domingo. Apaixonei-me primeiro pela imagem do vagabundo, e só depois pelo personagem.

Foi somente bem mais tarde, já na faculdade, que pude assistir aos seus grandes clássicos. Visitando o Instituto Lula Cardoso Ayres pude ver outros tantos. Ele foi minha primeira referência ao cinema e o motivo para que eu criasse meu blog Purviance (em homenagem à principal atriz dele durante 8 anos).

Se vocês perceberem, há muitas matérias onde coloco curiosidades e fatos sobre sua vida e obra. Charles Chaplin faleceu aos 88 anos em sua casa em Vevey, na Suíça. Era natal e estava cercado de familiares. Mas sua obra continua viva através de seus filmes. Caso você não tenha ainda tido acesso, corre no youtube que tem vários. Abaixo coloco o link para várias matérias que tenho feito sobre ele. Confira, e se gostou, compartilhe com seus amigos:

Como Chaplin conheceu Oona Chaplin, o amor de sua vida

 

O Garoto (1921)

 

O Último Discurso de Charles Chaplin em O Grande Ditador

 

Tempos Modernos (1936)

Os Amores de Charles Chaplin

 

Momentos inesquecíveis de Chaplin e Edna Purviance nas telas

Para salvar: cinquenta gifs de Charles Chaplin

Entrevista Com Charles Chaplin

As Casas de Charles Chaplin na América

A história de Chaplin e Paulette Goddard

A Última foto de Charles Chaplin

 

Confira outras matérias clicando nesse link

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorGaleria de Fotos do grande Dean Martin
Próximo artigoMelhores Filmes de Humphrey Bogart
Formada em Letras, Design e Especialista em Estudos cinematográficos. É sobretudo uma curiosa sobre a sétima arte. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.