A História de amor de Clark Gable e Carole Lombard

3758
Com Clark Gable

Quando faleceu repentinamente aos 33 anos, Carole Lombard deixou uma multidão de fãs desolados e um Clark Gable sem motivações para seguir adiante. O ator jamais se recuperou totalmente do choque de sua perda.

Carole Lombard era o nome artístico de Jane Alice Peters. A pequena estreou nas telas aos 12 anos em “A Perfect Crime” (1921). Contratada pela 20th Fox, se tornou uma das queridinhas do público. Contamos um pouco mais sobre sua trajetória nesta matéria. Vale a pena conferir.  Carole conheceu William Powell, seu primeiro marido, durante as filmagens de Man of the World (1931). Começaram logo a namorar e em pouco tempo se casaram. O casamento foi ótimo para a dupla, aumentando muito a popularidade de ambos, mas duraria apenas 26 meses.

Carole e Powell

Embora falem sobre uma separação amigável por incompatibilidade de agendas, percebe-se que as coisas não foram assim tão calmas. Após o divórcio, o ex-casal passaria um bom tempo se cutucando, como mostra essa matéria da Scena Muda:

Scena muda, 1937

No final tudo acabou bem e tanto Powell quanto Carole se apaixonaram por outras pessoas e se tornaram bons amigos. A atriz estava prestes a conhecer o homem que mexeria definitivamente com seu coração: Clark Gable. Fiz uma matéria um tempo atrás falando um pouco sobre a vida amorosa de Gable. Leia a matéria clicando aqui. Os dois se conheceram durante as filmagens de No Man of her own (1932). Iriam se reencontrar por volta de 1936 em uma festa, iniciando então o romance. Pouco tempo depois era possível vê-los nas manchetes das revistas e em todas as festas de Hollywood.

O casal em No Man of her own (1932)

Os dois queriam dividir o mesmo teto o mais breve possível, mas Rhea Langham não queria facilitar as coisas. A esposa de Gable negou o divórcio a todo custo. Finalmente concordou em conceder a separação após receber meio milhão de dólares. Em 1939 finalmente o casal pode juntar as escovas de dentes, após uma cerimônia simples no Arizona. Compraram uma fazenda em Encino (Califórnia) onde descansavam entre as filmagens e também podiam receber os amigos e andar a cavalo.

Carole e Clark na fazenda

O casal estava muito feliz e pretendia aumentar a família. Carole sonhava ser mãe e procurou vários especialistas após sofrer dois abortos. No final, não conseguia engravidar. Esse não foi o único sonho que não realizou. A atriz também sonhava em receber um Oscar. Ela chegou a ser indicada por My Man Godfrey (1936), mas não conseguiu ganhar.

Em 1942, após finalizar as filmagens de Ser Ou Não Ser, Carole embarcou em uma viagem que visava apoiar as tropas americanas contra Hitler. No retorno em 16 de janeiro, seu avião se chocou contra as rochas perto de Nevada. Foi com espanto e tristeza que Clark foi avisado do acidente. Transtornado, o rei de Hollywood encaminhou-se para o lugar e ajudou no resgate dos corpos. Ele ainda tinha esperanças de encontra-la viva, embora tivesse sido avisado que era impossível, devido as circunstâncias. Finalmente se conformou e entrou em uma depressão que duraria anos.

Clark no funeral de Carole

O ator não deixou de encontrar-se com outras mulheres durante seus casamentos, fazia parte dele. Mas isso não o impedia de amar algumas delas. E Carole com certeza foi uma. Após a notícia de sua morte, o ator se afastaria da vida social, evitando também encontrar-se com amigos em comum e se alistou no exército. Foram necessários vários anos para que ele aceitasse encontrar alguns desses amigos. Na verdade ele evitava qualquer coisa que pudesse lembrar a figura de sua esposa morta.

Clark Gable se casou outras duas vezes: com Sylvia Ashley (viúva de Douglas Fairbanks) em 1949 e com Kay Williams (que lhe daria um filho) em 1955. O ator, porém, pediu para ser enterrado ao lado de Carole Lombard. E assim foi feito. Em 16 de novembro de 1960, o ator de 59 anos foi enterrado no santuário que construiu para Carole no Forest Lawn Memorial Park, na Califórnia. Estava finalmente ao lado dela novamente.

 

Comente Aqui!