Lynda Carter, a Mulher Maravilha Mostra Sua Força

1938

Lynda Carter se tornou inesquecível como a Mulher Maravilha na série televisiva exibida entre 1976 e 1979 e reprisada diversas vezes no Brasil. Sua presença foi tão marcante que dificilmente veremos alguma concorrência do posto de melhor heroína dos quadrinhos. A história da atriz que a representou, no entanto, é repleta de altos e baixos, e uma mulher de fibra, por baixo da personagem que a imortalizou.

Nascida no Arizona, fruto de uma mexicana com um norte-americano, teve desde jovem o desejo de seguir carreira musical. E assim iniciou uma carreira musical viajando com diversas bandas por todo o país. Aqui nesse programa realizado posteriormente a esse período, ela mostra seu talento e desenvoltura na música:

Em 1972  se inscreveu em um concurso de beldades e acabou representando a América no concurso de Miss Mundo. Aos 21 anos ela levava o prêmio e ampliava seus horizontes, começando a estudar em escolas de interpretação. Logo vieram pequenas participações em programas de TV. Ela não sabia, mas no verão de 1974 sua vida iria mudar, quando a atriz foi selecionada para protagonizar a série televisiva Mulher Maravilha.

Miss
Os quadrinhos da super heroína grega foi publicada pela primeira vez em 1941 e se transformou em pouco tempo em um dos maiores ícones pop do sexo feminino. A personagem foi mandada à terra para defender a verdade, lutando para manter a paz entre os homens e os deuses. A presença de Lynda foi tão marcante que a escolha de uma atriz para um filme sobre a super heroína foi uma das tarefas mais difíceis em 2015.

Suas belas curvas se tornaram presenças marcantes em vários programas televisivos, em especial o The Jackson Show. O filme Bobbie Jo and the Outlaw, de 1976, trouxe a única cena de nudez que a atriz fez. A atriz também participou em 1983 de uma cinebiografia da atriz Rita Hayworth. Aqui ela revive a famosa cena que tornou Rita imortal:

A atriz também participou de outras séries como Jogo de Damans e Nas Garras fo Falcão. Em 2001 ela também participou da comédia Os Super Tiras. Mas jamais repetiu o mesmo sucesso de antes.

Vida Pessoal

Lynda casou-se duas vezes. A primeira em 1977, com seu agente Ron Samuels. Foi durante esse período que ela passou a beber constantemente. O casamento durou até 1982 e dois anos depois casou-se com o advogado Robert Altman (não confundir com o diretor). Com Robert ela teve dois filhos, James e Jessica. Com os problemas de Robert com a justiça (ele foi acusado de fraude bancária), Lynda buscou mais uma vez apoio nas bebidas, acabando por ser internada em uma clínica de reabilitação.

À esquerda, com Samuels. À direita, com Robert Altman
Atualmente Lynda tem 65 anos e encontra-se livre das bebidas há mais de 10, dedicando-se totalmente à música com seu mais recente trabalho foi lançado em 2011. Ainda participa de alguns programas televisivos, sempre relembrando a personagem que a imortalizou.

A atriz passou por muitos problemas emocionais que foram causados tanto pela pressão que sofria, quanto pelo alcoolismo que a perseguia sempre que passava por grandes infortúnios. No entanto sua força em buscar soluções provou que a gana da personagem que a imortalizou não estava tão distante de sua força pessoal. Lynda sem dúvida alguma é uma Mulher maravilhosa.

CONFIRA A GALERIA DEDICADA A LYNDA CARTER:

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFrases de Sophia Loren
Próximo artigoFrases de Robert De Niro
Especialista em Cinema Clássico e Crítica Literária, é sobretudo uma curiosa. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda o cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.