E o Vento Levou de A a Z

1065

A frase: “Francamente, minha querida, eu não dou a mínima” consta como a número 1 do hank da AFI (American Film Institute).

Bonecos: na seqüência aérea em que Scarlett caminha entre corpos e sobreviventes da batalha de Gettysburg foram utilizados também bonecos de cera. Além destes, foram utilizados mil extras.

Cores: E o Vento Levou foi o primeiro filme colorido a ganhar o Oscar de Melhor Filme.

Diretores: George Cukor, Sam Wood, William Cameron Menzies e Sidney Franklin não foram creditados como diretores. Victor Fleming dirigiu apenas 45% do filme.

Estréia: a pré-estréia foi em 9 de setembro de 1939 no Teatro Fox, em Riverside, Califórnia. As pessoas presentes não sabiam que iriam assistir ao filme, e muitas foram embora sem saber que se tratava do filme mais esperado do ano. Quando o filme começou, a platéia não segurou a emoção. A estréia oficial foi em 15 de dezembro de 1939. O governador de Atlanta declarou feriado estadual na cidade.

Filmagens: Foram iniciadas tendo o diretor George Cukor em 26 de janeiro de 1939. Ele dirigiu apenas 4% do filme. Clark Gable indicou Victor Fleming, seu amigo. Posteriormente este desentendeu-se com Leigh, que preferia Cukor (e ensaiava as cenas com ele em sua casa) e afastou-se da produção.

Gastos: O filme custou mais de US$ 5 milhões. Quatro anos depois ele já tinha faturado US$ 32 milhões.

Hattie McDaniel: foi a primeira atriz negra a receber um Oscar (de Melhor Atriz Codjuvante). Mesmo com isso, não lhe foi permitido comparecer à Premiere para recebe-lo por causa das Leis racistas.

Indicada: Judy Garland foi indicada para o papel da irmã de Scarlett, mas devido ao contrato que assinou para estrelar O Mágico de Oz, foi substituída por Ann Rutherford.

Juntos: Foi o 4º de 5 filmes em que Victor Fleming trabalhou com o ator Clark Gable. Os outros filmes foram: Terra de Paixões (1932), A Irmã Branca (1933), Piloto de Provas (1938) e Aventura (1945).

Ku Klux Klan: O produtor David O. Selznick recusou uma parte do roteiro em que fazia alusão à organização. Segundo ele, isso poderia ser entendido como uma propaganda involuntária.

Lucro: Juntamente com Branca de Neve e Os Sete Anões e O Exorcita, forma o trio de filmes que foram reprisados e com lucro ao longo dos anos. O filme foi assistido por mais de 120 milhões de pessoas.

Margareth Mitchell: Três meses após a autora ter lançado o livro, David O. Selznick comprou os direitos de adaptação pode US$ 50 mil. Foi a quantia mais alta já paga por uma adaptação até então.

Números: 50 personagens, 2400 figurantes. Foram testadas mais de 1400 atrizes para o papel de Scarlet O’Hara. Destas, somente 400 fizeram a leitura do roteiro.

Ódio: Vivien Leigh não gostava de Clark Gable. Há diversos boatos de que ela não suportava as cenas de beijo com o astro, e dizia que o fato se dava porque ele tinha problemas de mau hálito. Segundo Gable, quando a beijava pensava em um bife.

Primeira cena: A primeira cena a ser rodada foi a do incêndio em Atlanta. Para a cena, foi utilizado o antigo cenário da primeira versão de King Kong. O fogo foi tão intenso que moradores da região chamaram os bombeiros ao achar que os Estúdios estavam pegando fogo.

Quatro: os quatro personagens principais aparecem juntos apenas uma única vez em cena.

Rhett Butler: foram considerados para o papel: Gary Cooper, Errol Flynn e Ronald Colman.

Salários: Vivien Leigh trabalhou por 125 dias e recebeu US$ 25mil, enquanto Clark Gable trabalhou 71 dias e ganhou US$ 120 mil.

Testes: Dentre as atrizes testadas para o papel de Scarlett estão Bette Davis, Paulette Goddard, Jean Arthur, Lucille Ball, Tallulah Bankhead, Claudette Colbert, Joan Crawford, Katharine Hepburn, Olivia de Havilland, Carole Lombard, Norma Shearer, Barbara Stanwyck e Margaret Sullavan.

Um mico: Gary Cooper recusou o papel de Rhett Butler. Ainda disse que esse seria o maior fracasso da história de Hollywood e que estava feliz por ser Clark Gable o ator a ficar marcado com isso e não ele.

Velho: Leslie Howard sentia-se velho para fazer o papel de um jovem de 21 anos. Para disfarçar, utilizou uma maquiagem reforçada e uma peruca.

Warner Brothers: Jack L Warner, depois de muita relutância, concordou em emprestar Olívia de Havilland para viver a Melanie.

Y: Oscar de Melhor Filme, Direção, Roteiro, Atriz (Vivien Leigh), Atriz Coadjuvante (Hattie McDaniel), Fotografia, Direção de Arte, Edição, Realização Técnica.

X da questão: Não se sabe ao certo quando Vivien Leigh foi contratada. Há rumores que seu contrato teria sido firmado desde fevereiro de 1938, enquanto outras atrizes estavam sendo testadas. A mais famosa tese diz que ela foi contratada quando apareceu durante as filmagens da cena do incêndio em Atlanta. Essa questão nunca será esclarecida.

Z: Em 2004 o filme foi totalmente restaurado a partir do original de três negativos em technicolor. Os negativos foram escaneados para obter os melhores resultados possíveis.

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFrases de Marlon Brando
Próximo artigoTudo Sobre Ava Gardner
Especialista em Cinema Clássico e Crítica Literária, é sobretudo uma curiosa. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda o cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.