Gary Cooper de A a Z

2352

Atividades Antiamericanas: Gary era republicano e extremamente conservador nos seus ideias. Membro da Motion Picture Alliance for the Preservation of American Ideals, no entanto, negou-se a nomear qualquer colega que tivesse simpatias comunistas em Hollywood, durante o Macartismo.

Gary numa reunião da HUAC em 1947

Boa forma: Gary gostava muito de comer, mas sempre manteve a forma graças aos esportes que gostava de praticar. Uma vez ele chegou a comer uma dúzia de ovos por dia! E dentre seus pratos preferidos estavam pato com bacon, torta de cereja e leite. Com o tempo e o metabolismo mudando ele chegou a engordar um pouco, mas nunca foi gordo durante sua vida.


Cirurgia Plástica: Preocupado com a idade, o ator se submeteu a uma cirurgia plástica em 1958 com o famoso médico Dr. John Converse. Tinha 57 anos e o resultado não foi considerado satisfatório por muitos.
Patricia Neal e Gary Cooper
Descendente: Gary era descendentes de ingleses. Tanto seu pai quanto sua mãe vieram da Inglaterra para a América em busca de fortuna. O primeiro parto de sua mãe foi bem difícil, e ela tentava uma menina, quando Gary nasceu. Por causa disso o enxoval do jovem foi todo feminino.
Com Lupe Velez
Esportes: amante dos esportes, Gary mantinha uma rotina que incluía caminhadas, equitação, tênis e golfe. Ele também se arriscava no boxe, natação e pesca! No entanto, era um fumante inveterado.
Funeral: O caixão de Gary foi carregado por grandes amigos, dentre eles: James Stewart , Henry Hathaway , Jack Benny , William Goetz , Jerry Wald e Charles Feldman. Dentre outros presentes estavam Norma Shearer , Dean Martin , Walter Pidgeon , Mary Pickford e Buddy Rogers ,Marlene Dietrich , Randolph Scott , Joel McCrea , Frank Sinatra , Burt Lancaster , Jimmy Durante, Martha Hyer e John Wayne.
Imagens do funeral

Grant: O nome Cary Grant, foi uma criação do estúdio, que inverteu as iniciais do nome de Gary Cooper criando um nome que soava semelhante ao dele. Gary não gostava muito de Cary.

Hemingway : O ator estreou dois filmes baseados na obra de Ernest Hemingway,: Adeus às Armas (1932) e Por Quem os Sinos Dobram (1943). Os dois foram amigos durante mais de vinte anos suscitando suspeitas de que Hemingway era apaixonado por Gary. O autor se matou um mês após a morte de Cooper.
Hemingway e Cooper eram grandes amigos
Ideais Republicanos: Gary era um republicano conservador, tendo votado em Calvin Coolidge em 1924. Também foi ativo na campanha de Wendell Willkie em 1940.
Gary Cooper, Jimmy Stewart e Jack L. Warner

James Stewart: Era um de seus melhores amigos. Em 1960 que Gary sofria com as consequências do câncer que o levaria a morte. Devido a isso não pode comparecer à cerimônia do Oscar de 1961, onde seria homenageado. Jimmy foi no seu lugar. Jimmy teve que aceitar o Oscar honorário em seu lugar em abril de 1961. Estava visivelmente abalado, como pode ser visto neste vídeo:

Kitsch: Marlene Dietrich aparentemente não ia muito com a cara de Gary e chegou a falar sobre ele dizendo que  “Gary Cooper não era inteligente, foi escolhido para seus papéis pelo seu físico, que afinal, era mais importante do que um cérebro ativo”. A atriz que tivera um romance com Gary parecia não o ter esquecido…

 

Morocco (1930)
Levado à Exaustão: Após as filmagens de A Mulher Que Deus Me Deu (1931) Gary estava exausto após trabalhar entre 14 a 16 horas por dia. Alimentando-se muito mal, perdeu muito peso. As brigas que tinha com sua mãe, extremamente protetora, também contribuíram para isso.

Com sua esposa
Mulherengo: Gary teve inúmeros romances com várias estrelas. Lupe Velez chegou a afirmar que o ator tinha o maior órgão em Hollywood, mas não tinha um traseiro suficiente para empurrá-lo bem. Dentre seus possíveis romances estão Gina Lollobrigida, Anita Ekberg, Clara Bow, Carole Lombard, Lupe Velzes, Ingrid Bergman, Marlene Dietrich, Patricia Neal e Grace Kelly. Além disso, o fotógrafo Cecil Beaton afirmou que os dois também tiveram um romance.

Os Coopers com Anthony Perkins

Namoro: Durante as filmagens de Sublime Tentação, Gary incentivou o namoro do novato Anthony Perkins com sua filha, Maria. O ator aparentemente não percebeu que o inesquecível Norman Bates naquele tempo só se relacionava com homens. (Posteriormente Perkins viria a se casar com uma mulher).

 

Pictures International: A companhia fundada por Gary e que tinha como sócios Leo Spitz , William Goetz e Nunnally Johnson. A companhia só realizou nove filmes, dentre os quais Casanova Júnior (1944) e Tudo Por Uma Mulher (1945), estrelados pelo ator. Em 1946 a companhia foi vendida para a Universal Pictures.

Com Audrey Hepburn durante as filmagens de Love in the Afternoon (1957)

Queridos Bichinhos: Gary adorava cães e possuía vários boxers e dobermans.

Com seus bichinhos

Rhett Butler: O astro se recusou a fazer o papel que tornou Clark Gable mais conhecido. Ele teria dito na época que o filme seria o maior fracasso da história de Hollywood e que se alegrava por ter sido Clark Gable e não ele a passar tamanha vergonha. Errou, Gary.

Clark Gable, Van Heflin, Gary Cooper e Jimmy Stewart
Revista Entertainment: A revista elegeu Gary a 18ª maior estrela de cinema de todos os tempos.
William Powell, Gary Cooper e Clark Gable, 1934

Sua Carreira: Gary apareceu em 107 filmes ao longo de uma carreira que durou 38 anos até sua morte em 1961. Desses filmes, foi protagonista em 82, mas apenas 16 eram coloridos.

Com Ingrid Bergman em For Whom the Bell Tolls (1943).
Taxidermia: O antigo processo de encher de palha animal morto a fim de conservar-lhe as características era um dos hobbies preferidos do ator.

Últimos Tempos: No ano anterior à sua morte, Gary se submeteu a várias cirurgias para remover o câncer na próstata. Em 1961 voltou a sentir dores, dessa vez no pescoço. Após exames, constatou-se que houve uma metástase para os pulmões e ossos. O ator optou por não seguir mais nenhum tratamento e aceitar o que ele considerava a vontade de Deus.

Cary e sua esposa Veronica
Veronica Cooper: Foi a única esposa de Gary. Os dois se casaram em 15 de dezembro de 1933 e estiveram juntos até a morte do ator. Quatro anos depois tiveram a única filha do casal, Maria Cooper.  Sua esposa era ciente dos muitos casos em que ele se envolvia e há quem diga que o casamento era aberto. Cooper chegou a abandonar o lar quando envolveu-se com Patricia Neal, mas após sua conversão ao catolicismo retornou para a esposa. Veronica voltaria a se casar mais uma vez após a morte do ator, dessa vez com John Converse, médico que operou Gary em 1958.
Gary Cooper e Grace Kelly em High Noon

Westerns: Gary também ficou conhecido pelos westerns em que participou, num total de vinte. Desses, três eram mudos.

XII: Em 1958 Cooper se converteu ao catolicismo, tendo também uma audiência com o papa Pio XII. O ator recebeu todos os ritos que antecederam sua morte em 1961. Aqui embaixo uma foto de sua visita ao papa:

Y: O ator foi um dos que recusou um papel em Nasce Uma Estrela (1954) para desespero de Judy Garland, que buscava um ator para contracenar ao seu lado. James Mason acabou assumindo o papel que ampliou sua fama.

Z: De acordo com James Garner, Cooper pagava tudo com cheques. Ele achava que as pessoas acabariam ficando com os cheques por causa de sua assinatura e não descontariam o mesmo.

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCasais Inesquecíveis do Cinema
Próximo artigoA Canção Inesquecível (1946)
Especialista em Cinema Clássico e Crítica Literária, é sobretudo uma curiosa. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda o cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.