Um Sonho sem Limites (1995)

161

O cineasta Gus Van Sant não é dos meus favoritos particularmente falando, mas quando ele acerta eu tenho de admitir e “Um Sonho sem Limites” é um dos seus melhores trabalhos ao lado de filmes como “Drugstore Cowboy” e “Garotos de Programa”.

Nicole Kidman dá um show de interpretação naquela que sem dúvidas é a sua melhor atuação. Tão linda e sensual quanto manipuladora, no papel de Suzanne Stone, ela não mede as consequências de seus atos para conseguir tudo que deseja. Desde cedo, Suzanne já demonstrava seu ávido interesse em televisão. Extremamente ambiciosa, constantemente escreve vários projetos para futuros programas. Sua vida muda quando conhece Larry Maretto, interpretado por Matt Dillon, se casam e aparentemente serão felizes para sempre.

A partir do momento em que sente que Larry é um obstáculo para o futuro de sua carreira na TV, Suzanne começa a arquitetar um plano para tirá-lo do caminho sem ser incriminada de absolutamente nada. Com a ajuda de três jovens ela parece ter armado o crime perfeito, mas é nesse ponto que as coisas se complicam ainda mais.

Gus Van Sant realiza o longa como um falso documentário, a narrativa é desenvolvida a partir de entrevistas e flashbacks que revelam toda a trama desde os ótimos créditos de abertura, que em alguns poucos segundos podem incomodar quem sofre de tripofobia, mas nada tão extremo.

Joaquin Phoenix

Outro grande destaque do filme é a excelente trilha sonora composta por Danny Elfman, com temas que lembram seus trabalhos para Tim Burton e que caem como uma luva para o delicioso humor negro que permeia toda a trama. Além disso, a direção de arte e os figurinos merecem também uma menção, Nicole Kidman praticamente a cada novo frame surge com uma nova roupa, uma mais chamativa do que a anterior, suas vestes também dizem muito sobre sua personagem e seu estado de espírito.

Depois de muitos anos sem receber um lançamento em DVD no país, finalmente “Um Sonho sem Limites” chega numa edição bem satisfatória para todos aqueles que só conheciam o filme pela VHS lançada pela LK-Tel/Columbia ou pelas inúmeras reprises nas madrugadas da TV. A Obras-Primas do Cinema acerta mais uma vez em seu resgate desse grande filme para nós colecionadores e amantes do cinema. Como extras da edição temos uma entrevista com o cineasta Gus Van Sant e alguns trailers.

Uma pérola pouco lembrada que merece e muito ser redescoberta.

Givaldo Oliveira

**  O dvd pode ser encontrado em qualquer loja do ramo. Você também pode adquiri-lo clicando na imagem:

Comente Aqui!