Frases de Romy Schneider

302

“Meu trabalho me deu forças para viver”.

“Tenho a nítida sensação de que nasci em Viena para somente viver em Paris”.

“Delon? Nada mais é do que um amor que já passou há muito tempo”.

“As recordações são as melhores coisas da vida, eu acho”.

“Você não deve citar o que eu disse certa vez. Sou mais sábia agora”.

“Tenho trabalhado com os maiores tiranos do cinema: Otto Preminger, Orson Welles, Luchino Visconti. São déspotas. Desprezam a maioria dos atores. Quando encontram alguém que se ergue contra eles, fazem tudo parecer maior.”

“Eu não sou nada na vida. Mas tudo na tela.”

“Não posso viver sem trabalhar.”

“Não tenho medo de nada nesta vida. Exceto do ego.”

“Quero aprender, desenvolver, eu quero descobrir tudo o que está em mim!”

 

CONFIRA TAMBÉM:

A doce e triste Romy Schneider

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCharles “Buddy” Rogers, ídolo do Cinema Mudo
Próximo artigoUma Cidade que Surge (1939)
Especialista em Cinema Clássico e Crítica Literária, é sobretudo uma curiosa. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda o cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.