Frases de Shirley MacLaine

17

Algumas pessoas dizem que eu pareço uma batata-doce, mas eu sou uma batata com um coração de ouro.

A melhor maneira de convencer os maridos a fazer algo é sugerir que talvez eles estão muito velhos para fazer o que foi pedido.

Para se chegar ao fruto de uma árvore, é preciso pagar um preço. (Shirley MacLaine em Minhas Vidas).

Eu não preciso de ninguém para corrigir a minha existência. A relação mais profunda que nós podemos ter, é com nós mesmos.

Em uma certa idade se você não sabe quem você é, isso é um sério problema como nós podemos ver em alguns de nossos líderes.

Escrever tornou-se, mais uma vez, uma extensão lógica e natural da compreensão e explicação dos meus pensamentos e sentimentos, da tentativa de compreender os pensamentos e sentimentos de outros. (Dancing in the Light)

Nicole Kidman e Jennifer Aniston são seres apolíticos. O que preocupa essas jovens atrizes é a maquiagem, o penteado e o stress com as dietas.

Descobri que em geral um livro leva a outro, da mesma forma que uma conversa leva a muitas outras. (Dancing in the Light).

Há muito aprendera que me divertir era mais importante do que me preparar. Fora uma lição dolorosa, mas me sentia muito mais feliz pois o importante era viver o momento. (Dancing in the Light).

Acho que foi a partir dos 40 anos que comecei a pensar mais no futuro. eu não tinha medo de envelhecer, pois não tinha os mesmos problemas de atrizes de minha idade, já que nunca fui uma grande beleza. Nunca fui um símbolo sexual, entretanto tinha pernas grandes. Eu não estava interessada na minha estatura como uma estrela, estava apenas interessada nas partes boas.

Nunca fui boa o suficiente para ser uma solista de balé. Não tenho pés, tenho arcos elevados e não conseguia ter a graça necessária.

O ator tem muitas vidas e muitas pessoas dentro dele. Eu sei que há muitas pessoas dentro de mim.

Não posso definir a longevidade. Não sei o que significa.

Sobre o Oscar: Gosto de ganhar essas coisas. Adoro. A única parte sobre isso que não gosto é o tapete vermelho e andar de salto alto segurando o estômago. Sério, odeio isso.

Sempre fui uma atriz de caráter e nunca um símbolo sexual. Mesmo quando eu era a protagonista, eu era uma atriz de personagens.

Fiz tantos filmes como uma prostituta que eles já não me pagam de maneira regular. Acabam deixando o dinheiro em cima da cômoda.

Sinto muita falta do palco. Não há nada como ele, nada.

Comente Aqui!