Melhores Filmes de Roman Polanski

Com uma vida turbulenta e repleta de escândalos, se tornou um dos maiores diretores da história do cinema mundial e um dos seus mestres. Seus pais foram enviados a um campo de concentração e mortos na Polônia e os fatos de sua conturbada vida contribuíram para sua formação cinematográfica, sem sombra de dúvidas. Muitos de seus filmes não fazem distinção entre pesadelo e realidade, como O bebê de Rosemary, brincando com o espectador ao deixá-lo decidir se a mulher está delirando ou realmente o grupo que a cerca é liderado pela diabo. As questões sexuais também são temas de muitos de seus filmes como  Lua de Fel (1992) e Repulsa ao sexo (1965).  Confira os melhores filmes do diretor:

 
 
O Pianista (2002): O pianista polonês Wladyslaw Szpilman (Adrien Brody) interpretava peças clássicas em uma rádio de Varsóvia quando as primeiras bombas caíram sobre a cidade, em 1939. Com a invasão alemã e o início da 2ª Guerra Mundial, começaram também restrições aos judeus poloneses pelos nazistas. Inspirado nas memórias do pianista, o filme mostra o surgimento do Gueto de Varsóvia, quando os alemães construíram muros para encerrar os judeus em algumas áreas, e acompanha a perseguição que levou à captura e envio da família de Szpilman para os campos de concentração. Wladyslaw é o único que consegue fugir e é obrigado a se refugiar em prédios abandonados espalhados pela cidade, até que o pesadelo da guerra acabe.
 
 
 
 
A Dança dos Vampiros (1967): Abronsius, um professor especialista em vampiros, decide ir até a Transilvânia, no coração da Europa Central, acompanhado de seu fiel discípulo Alfred, que, infelizmente, é bem medroso. Abronsius, tem como objetivo aprender sobre vampiros e combatê-los, se possível, mas os fatos tomam um rumo inesperado e vão de encontro aos objetivos do professor.
 




A Faca na Água (1962): Um casal quase atropela um jovem de 19 anos numa estrada e acaba oferecendo uma carona para o rapaz, convidando-o também a passar o dia velejando. A partir daí, estabelece-se uma disputa entre os dois homens, mediada pela mulher.
 



Chinatown (1974): Obra prima de Polanski. Jack Nicholson é o detetive Jake Gittes, sobrevivendo no clima ensolarado e de moral obscura, na Califórnia do período anterior à guerra. Contratado por uma bela socialite (Faye Dunaway) para investigar o caso extraconjugal de seu marido, Gittes é colhido num furacão de situações dúbias e tradições mortais, desvendando uma teia de escândalos políticos e pessoais, que se chocam em uma única e inesquecível noite em... Chinatown.
 



Deus da Carnificina (2011): O casal Nancy e Alan Cowan (Kate Winslet e Christoph Waltz) vai até a casa de Penelope (Jodie Foster) e Michael (John C. Reilly) para discutir uma briga entre os filhos. Eles tentam resolver o assunto dentro das normas da educação e civilidade, mas, aos poucos, cada um perde o controle diante da situação.
 
 



Macbeth (1971): Após profecia de bruxas - que dizem que ele seria rei -, Macbeth mata o soberano e assume o trono. Só que, em seu reinado de sangue, ele jamais alcança a paz: sua esposa, tomada pela culpa, começa a enlouquecer; ao mesmo tempo, os inimigos conspiram para retomar o poder.
 



O Inquilino (1976): Um polonês aluga um apartamento em um estranho edifício francês, onde passa a ser visto com desconfiança pelos seus vizinhos. Ao descobrir que a última inquilina do apartamento onde mora se suicidara, ele aos poucos passa a ficar obcecado por sua história.
 



O Bebê de Rosemary (1968): Rosemary e seu marido se mudam para um novo apartamento em Nova York, onde passam a conhecer um casal de idosos que mora logo ao lado. Esse casal possui modos estranhos de agir; eles logo invadem a privacidade de Rosemary, de forma que começa a incomodá-la. Há algo por trás disso tudo e Rosemary, grávida, começa a desconfiar das pessoas, querendo proteger seu futuro filho.
 



Repulsa ao Sexo (1965): Em Londres Carol Ledoux (Catherine Deneuve) é uma bela mulher que é sexualmente reprimida e vive com sua irmã mais velha. Ela constantemente resiste aos assédios do seu namorado e também desaprova o amante da irmã. Quando esta viaja com ele em férias, Carol fica sozinha no apartamento e se afunda em uma profunda depressão, passando a ter várias alucinações.
 



Tess: Uma Lição de Vida (1979): Na Inglaterra do século 19, a bela Tess, filha de um fazendeiro, é enviada para viver com parentes nobres. Ela é seduzida e abandonada por seu primo distante, Alec. De volta à fazenda de seu pai, ela dá à luz um bebê natimorto e enfrenta a hipocrisia da sociedade. Baseado no romance de Thomas Hardy.
 






Rate this item
(1 Vote)
Carla Marinho

Especialista em Cinema Clássico e Crítica Literária, é sobretudo uma curiosa. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda o cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo. 

Website: www.facebook.com/carlaamarinho

1 comment

  • Elizângela Lima
    Elizângela Lima Monday, 14 March 2016 16:27 Comment Link

    Adorei a matéria sobre os filmes do Roman Polanski, sou muito fã!

    Report

Leave a comment

PUBLICAÇÕES

« March 2017 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Mais Populares

Mais Recentes

Douglas Fairbanks, Sr

Douglas Fairbanks, Sr

05 November 2016
Mickey Rooney

Mickey Rooney

04 November 2016
Montgomery Clift

Montgomery Clift

04 October 2016

Photo Gallery