Verônica Lake e Alan Ladd: A dupla Dinâmica do Noir

 

 

 

 

 

 

Olhe bem essas fotos. Houve um tempo em que essa dupla era considerada a mais quente do cinema noir. Mas pudera. Belos, jovens e quentes, conseguiram durante um tempo fazer carreiras paralelas, mas quando estavam juntos... ninguém resistia. 
 
 
A química entre os dois foi imediata e o público os elegeu como o casal das telas que eles queriam amar. Os dois trabalhariam juntos em mais quatro filmes. É muito comum falar-se sobre a química entre os dois atores, e provavelmente você já deve ter se perguntado se ela ultrapassou as telas. Provavelmente a resposta é não. Segundo Verônica: 

"Trabalhávamos muito bem um com o outro, sem grandes discussões ou problemas. Ele era de fato muito simples, e de certa maneira éramos almas gêmeas. Nós éramos pequenos e funcionávamos bem juntos. No entanto eu sempre percebi que estava diante de um homem profundamente triste".
 
Pesquisei um pouco sobre a vida e a carreira de Ladd, e de fato o ator tinha sérios problemas de superação. Não conseguia suportar sua baixa estatura, e não raro pedia para escolherem pessoas menores para trabalhar ao seu lado. Quando não conseguia, sentia-se extremamente frustrado. Tal inconformismo o levou ao alcoolismo.  Nessa matéria falo um pouco mais sobre o assunto. Ele continuou colhendo os louros da carreira até o final da década de 60, embora não tivesse superado vários fantasmas interiores.
 
 
 
 
Verônica, por sua vez, também nunca conseguiu de fato se adaptar a Hollywood. Em pouco tempo colecionava inimigos e receberia uma enxurrada de críticas com relação ao seu comportamento errático. Ela chegou a declarar que:
 
 "Se eu tivesse ficado em Hollywood teria terminado como Alan Ladd e Gail Russell, mora e enterrada. Essa corrida de ratos mortos iria me matar, e eu tinha que sair de lá. Eu odiava ser algo que não era.". 
 
Os dois atores, coincidentemente, morreram aos 50 anos de idade. Ele em 1964 (de uma overdose de remédios e alcool) e ela em 1973 (de hepatite). Mas deixaram uma obra que vale a pena ser revista. Estiveram juntos em sete filmes. Em três destes, Coquetel de Estrelas (Star Spangled Rhythm, 1942) e A Taverna de Duffy (Duffy's Taver, 1945) e Variety Girl (1947) eles apareceram como eles mesmos, fazendo pequenas participações. As maiores contribuições da dupla, no entanto foram os filmes abaixo:
 
 

 

Alma Torturada


 
Alma Torturada / This Gun for Hire (1942): Aqui está a dupla em seu primeiro trabalho juntos e que os elevaria à categoria de astros. Dirigidos por Frank Tuttle, mostraram logo de cara uma química incrível. Ladd é um criminoso que sofreu abusos na, mas que gosta de crianças e gatinhos. Traído por um homem que encomenda um assassinato, resolve investigá-lo. É aí que ele conhece a bela Ellen, a bela cantora e... noiva de um detetive.


Capitulou Sorrindo

Capitulou Sorrindo / The Glass Key (1942): Preciso dizer aqui o quanto esse título brasileiro me incomoda. Nesse ponto prefiro o título em Portugal - A chave de vidro. Desta vez Ladd é Ed Beaumont, o assistente de um líder político que resolve investigar um assassinato por sua conta e risco. O filme foi baseado no livro homônimo de Dashiell Hammett. Prepare-se para grandes reviravoltas.



A Dália Azul

 

A Dália Azul / The Blue Dahlia (1946): Mais um noir. Dessa vez Alan é o capitão Johnny Morrison. Após retornar da guerra, o capitão Johhny Morrison descobre que sua esposa está com outro homem. Ainda tenta reaver a relação, mas não consegue segurar a barra após descobrir a verdade sobre a morte do seu filho. É aí que ela encontra Eddie (Lake), ex do amante de sua esposa. Romance no ar e uma dose de suspense, após Johnny descobrir que sua esposa foi assassinada. 




Saigon


Saigon (1948): O filme que marcou a última aparição da famosa dupla, e foi um grande fiasco. Em parte por causa do enredo que não chamou a atenção do grande público e a franca decadência da carreira de Lake. O contrato da atriz expirou esse ano e não foi renovado. Alan dessa vez é o major Larry. Ele descobre que seu amigo Mike não viverá muito tempo e assume seus negócios. Claro que Lake é a bela secretária Susan, por quem ele irá se apaixonar.



Referências:

https://shadowsandsatin.wordpress.com/2013/07/12/the-dynamic-duos-blogathon-alan-ladd-and-veronica-lake/
http://www.imdb.com
Rate this item
(2 votes)
Carla Marinho

Especialista em Cinema Clássico e Crítica Literária, é sobretudo uma curiosa. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda o cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo. 

Website: www.facebook.com/carlaamarinho

Leave a comment

PUBLICAÇÕES

« March 2017 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    

Mais Populares

Mais Recentes

Douglas Fairbanks, Sr

Douglas Fairbanks, Sr

05 November 2016
Mickey Rooney

Mickey Rooney

04 November 2016
Montgomery Clift

Montgomery Clift

04 October 2016

Photo Gallery