10 Grandes Clássicos de Bollywood

1034

Awaara (1951), de Raj Kapoor. Com Nargis e Raj Kapoor.Foi indicado ao Festival de Cannes de 1953. A revista Time escolheu também o desempenho de Raj Kapoor em Awaara como um dos dez melhores maiores performances de todos os tempos

A Canção da Estrada (Panther Pachali, 1955) de Satyajit Ray. Ganhou dois prêmios no Festival de Cannes de 1956. No início do século 20, Abul é um menino pertencente a uma pobre família brâmane de um vilarejo na Índia. Seu pai, poeta e sacerdote, é forçado a deixar seus entes queridos em busca de trabalho.

Mughal-E-Azam (1960), de K. Asif.O filme levou 9 anos para ser concluído e foi um dos maiores sucessos do cinema hindi, consagrando a carreira da atriz Madhubala e Dilip Kumar.Se tornou a maior bilheteria da época por mais de 15 anos.

Honrarás Tua mãe – Mother Índia (1957), de Mehboob Khan. Estrelando Nargis. O filme foi o primeiro a concorrer ao Oscar de Filme Estrangeiro.Mãe Índia metaforicamente representa a própria Índia.

Pyaasa (1957), de Guru Dutt. A história de um jovem e talentoso poeta que busca impulsionar sua carreira, mas que não consegue apoio de nenhum editor. Como insiste em viver de seus poemas e não arranja uma forma de auxiliar no sustento da família, ele passa a ter problemas com seus irmãos.

A Sala de Música – Jalsaghar (1958), de Satyajit Ray. O último representante de uma alta casta insiste em manter o padrão de vida de seus antepassados, mesmo vivendo uma situação cada vez mais difícil. Uma das coisas da qual não abre mão é a enorme sala de música de sua mansão. Seu amor à música e seus atos acabam levando sua família à ruína.

O Mundo de Apu – Satyajit Ray (1959), de Satyajit Ray. Apu é um estudante recém-formado e desempregado que sonha em ser escritor. Um amigo de escola o convida para um casamento e ele acaba como o noivo da garota que estaria se casando. Mesmo com repulsa pela idéia, ele aceita e a leva, posteriormente, de volta a Calcutá.

A Grande Cidade – Mahanagar (1963), de Satyajit Ray. Na Calcutá de 1960, Bhambal vive com a mulher, Arati, seus pais e dois filhos. Falta dinheiro, então a esposa começa a trabalhar, com sucesso. Quando o marido perde o emprego, é ela quem passa a cuidar da casa.

Deewaar (1975), de Yash Chopra. Traz no elencon Shashi Kapoor e Amitabh Bachchan. O filme ganhou 7 prêmios no Filmfare Award incluindo Melhor Filme, Diretor e Roteiro.

Salaam Bombay! (1988), de Mira Nair. História de um grupo de crianças de rua tentando sobreviver nas ruas de Bombaim, em meio a bicos e problemas com a polícia.

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorA Última Entrevista de Cary Grant
Próximo artigoComo Chaplin achou a criança de The Kid
Especialista em Cinema Clássico e Crítica Literária, é sobretudo uma curiosa. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda o cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.