60 Maiores Astros do Cinema da Década de 30

4312

Durante a década de 30, a indústria do cinema era dominada por cinco grandes estúdios: 20th Century Fox, MGM, Paramount, Warner Bros e RKO. Além disso três estúdios menores começavam a ganhar espaço: Columbia, Universal e United Artists. Confira os maiores astros da década de 30:

Alice Faye (1915 – 1998): atriz e cantora, era uma das mais populares da Era de Ouro. Seu primeiro papel no cinema foi em 1934 mas foi em 1938 que ela se tornou popular em No Velho Chicago. Em pouco tempo ela seria considerada a número 1 da 20th Century Fox.

Ann Dvorak (1911 – 1979): a atriz fez sua estréia no cinema aos 5 anos em Ramona (196). Já na década de 30 fez sucesso nos filmes pré-code como Scarface (1932) e Three on a Match (1932).

Arletty (1898 – 1992): a atriz e cantora francesa começou no teatro e já era uma atriz consagrada quando estreou nas telas na década de 30.

Barbara Stanwyck (1907 – 1990): a atriz se tornou um dos maiores ícones do cinema e na década de 30 fez enorme sucesso com seu filme Stella Dallas, de 1937.

Basil Rathbone (1892 – 1967): o ator inglês ficou mais conhecido pelos filmes em que encarnou Sherlock Holmer e como os vilões de The Mark of Zorro.

Bette Davis (1908 – 1989): a atriz começou a carreira na década de 30 e seguiu até sua morte em 1989 sendo constantemente apontada como a maior atriz de todos os tempos. Na década de 30 fez sucesso com Dark Victory e Jezebel.

Bing Crosby (1903 – 1977): ator e cantor, é considerado um dos mais populares do século XX.

Boris Karloff (1887 – 1969): o ator britânico fez sucesso em filmes de terror da Universal como Frankenstein e A Múmia.

Carole Lombard (1908 – 1942): a atriz era conhecida sobretudo por seus filmes em comédias românticas.

Charles Laughton (1899 – 1962): ator, roteirista, diretor e produtor cinematográfico britânico, fez imenso sucesso com seus filmesThe Hunchback of Notre Dame e Mutiny on the Bounty.

Clark Gable (1901 – 1960): Em 1999 o prestigioso Instituto Americano do Cinema nomeou-o a sétima maior estrela masculina do cinema de todos os tempos

Claude Rains (1889 – 1967): Após The Invisible Man, os estúdios tentaram lhe impor papéis em filmes de terror, mas isso não aconteceu graças às indicações ao Oscar pelos personagens de senador corrupto em Mr. Smith Goes to Washington (1939) e do policial francês em Casablanca (1944)

Claudette Colbert (1903 – 1996): foi uma atriz americana, mais conhecida por seu desempenho em It Happened One Night, pelo qual recebeu o Oscar de melhor atriz de 1934.

David Niven (1910 – 1983): Contratado por Samuel Goldwin, começou a ficar conhecido pelas suas participaçòes nos filmes do astro Errol Flynn mas só conseguiu um papel principal em 1939, atuando ao lado de Ginger Rogers, no filme Bachelor Mother.

Dick Powell (1904 – 1963): Cantor, ator e produtor, participou de muitos musicais juvenis da Warner, ao lado de estrelas como Ruby Keeler e Joan Blondell.

Eddie Cantor (1892 – 1964): performer, comediante, dançarino, cantor, ator e compositor, foi premiado com um honorário Oscar em 1956 para distinto serviço para a indústria cinematográfica.

Errol Flynn (1909 – 1959): nascido na Austrália, fez sucesso com atuando em filmes de capa e espada.

Fay Wray (1907 – 2004): a atriz canadense é conhecida pelo filme King Kong, de 1933. Outro grande sucesso foi Mystery of the Wax Museum.

Fred Astaire (1899 – 1987): o ator e bailarino teve como destaque a dupla que fez ao lado de Ginger Rogers durante a década de 30. É considerado o maior dançarino de todos os tempos.

Fredric March (1897 – 1975): Vencedor de dois Oscares, trabalhava de forma independente e escolhia os papéis. O resultado disso foi uma carreira com ótimos filmes como A Star is Born (1937).

Gary Cooper (1901 – 1961): duas vezes vencedor do prêmio Oscar de melhor ator. Sua carreira durou desde a década de 1920 até o ano de sua morte, tendo atuado em mais de cem filmes.

Ginger Rogers (1911 – 1995): atriz, cantora e bailarina, também provou ser uma ótima atriz em musicais e dramas. Sua dupla ao lado de Fred Astaire era mágica.

Groucho Marx (1890 – 1977): pseudônimo de Julius Henry Marx foi um comediante e ator, célebre como um dos mestres do humor. Fez treze filmes com seus irmãos, os Irmãos Marx, dos quais foi o terceiro por ordem de nascimento.

Humphrey Bogart (1899 – 1957): Eleito o a maior estrela masculina do cinema norte-americano de todos os tempos pela AFI, teve destaque em filmes noir e policiais.

Irene Dunne (1898 – 1990): Fez uma brilhante carreira como atriz, cantora e comediante, encerrando sua carreira no cinema em 1952 em “Folhas da Ilusão”.

Jack Carson (1910 – 1963): ator canadense, foi um dos mais populares atores de caráter durante a “idade de ouro de Hollywood”, com uma carreira no cinema que mede a década de 1930, anos 40 e 50s.

James Cagney (1899 – 1986): Era um artista de vários gêneros, mas se tornaria célebre interpretando gângsters violentos e loucos em filmes como Inimigo Público, Fúria Sanguinária e Anjos da Cara Suja.

James Stewart (1908 – 1997): foi um aclamado ator americano de cinema, teatro e televisão. Atuou em inúmeros filmes considerados clássicos, e foi indicado a cinco prêmios de Oscar de Melhor Ator.

Janet Gaynor (1906 – 1984): Foi a primeira atriz a receber o Óscar de Melhor Atriz (principal), em 1928, pelos filmes Sétimo céu e Aurora. A partir daí, sua carreira se consolidou e Janet apareceu em quase quarenta filmes, todos realizados pela Fox.

Jean Harlow (1911 – 1937): a primeira blonde do cinema, mostrou ser uma grande atriz em filmes como Terra de Paixão e Jantar às Oito, dentre outros.

Jean Gabin (1904 – 1976): ascido Jean-Alexis Moncorgé, foi um ator francês. Iniciou sua carreira cinematográfica em 1931 e por mais de trinta anos foi considerado o maior ator do cinema francês.

Jean Arthur (1900 – 1991): o auge de sua carreira ocorreu durante as décadas de 1930 e 1940, quando participou de filmes de grande sucesso, como as comédia malucas Mr. Deeds Goes to Town (1936) e Mr. Smith Goes to Washington (1939).

Jeanette MacDonald (1903 – 1965): foi uma cantora e atriz cinematográfica norte americana. Celebrizou-se com sua voz de soprano em musicais, a maior parte deles contracenando com Nelson Eddy, como Naughty Marietta.

Joan Blondell (1906 – 1979): Em 1930 fez sua estréia no cinema no filme Penny Arcade. Nessa mesma época assinou contrato com a Warner, onde fez pequenas aparições em vários filmes. Em 1931 entrou para a “WAMPAS Baby Stars”, conseguindo assim papéis de maior destaque, tornando-se uma das queridinhas do público e mais rentáveis atrizes da década de 30.

Joan Crawford (1905 – 1977): nome artístico de Lucille Fay LeSueur, foi uma atriz americana, com uma carreira de quase cinco décadas no cinema, teatro e televisão, vencedora do Oscar de melhor atriz pela atuação no noir Alma em suplício, de 1945.

Johnny Weissmuller (1904 – 1984): foi um atleta e ator norte-americano, famoso por interpretar Tarzan, o personagem de ficção criado pelo escritor estadunidense Edgar Rice Burroughs.

Katharine Hepburn (1907 – 2003): oi uma importante atriz dos Estados Unidos. A carreira de Hepburn é vista como uma das mais famosas de Hollywood e durou por mais de 60 anos.

Kay Francis (1905 – 1968): Na década de 1930 foi a principal estrela feminina da Warner Brothers e a mais bem paga. Era chamada de “rainha da Warners Brothers”

Leslie Howard (1893 – 1943): ator e cineasta nascido na Inglaterra, dentre seus filmes destacamos E o Vento Levou, The petrified forest e Pygmalion.

Mae West (1893 – 1980): No ano de 1932 chegou a Hollywood com um contrato da Paramount de 5000 dólares por semana. Trabalhou sucessivamente em “Night After Night”, “She Done Him Wrong” (que bateu todos os recordes de bilheteria) e em “I’m No Angel”, todos filmes sem mensagens substanciais e de cujos roteiros participou, que destacavam seu “toque” sexy.

Marie Dressler (1868 – 1934): premiada com o Oscar de melhor atriz pelo papel que desempenhou em Min and Bill. Também atuou em Anna Christie e Jantar às Oito.

Marlene Dietrich (1901 – 1992): alemã, estreou no teatro aos vinte e três anos de idade e o sucesso bateu à sua porta quando estrelou Der Blaue Engel (1930).

Mary Astor (1906 – 1987): O trabalho da atriz, seja como heroína ou como vilã, misturava sempre sua beleza sombria com sensualidade. A consagração veio em 1941, com o Oscar de melhor atriz (coadjuvante/secundária) pela atuação no filme A Grande Mentira.

Melvyn Douglas (1901 – 1981): ilho de um pianista e compositor de renome, foi o próprio pai que o levou para a carreira artística. Teve seu apogeu nas décadas de 30 e 40 e seu primeiro filme foi Tonight or Never com Gloria Swanson.

Mickey Rooney (1920 – 2014): talentosíssimo, começou a carreira ainda criança e seus filmes adolescentes fizeram enorme sucesso na década de 30.

Miriam Hopkins (1902 – 1972): foi uma atriz americana conhecida por sua versatilidade em uma ampla variedade de papéis. Hopkins nasceu em Savannah, Geórgia, e cresceu em Bainbridge, perto da fronteira com o Alabama.

Myrna Loy (1905 – 1993): Inicialmente selecionada para papéis exóticos, fazendo vamps ou mulheres de descendência asiática. Mas sua carreira deu uma virada apór realizar The Thin Man.

Norma Shearer (1902 – 1983): nascida no Canadá e naturalizada norte-americana. Shearer foi uma das atrizes mais populares do mundo a partir de meados da década de 1920 até sua aposentadoria em 1942.

Paul Muni (1895 – 1967): Foi seis vezes indicado ao Oscar de melhor ator: em 1930, 1934, 1936, 1937, 1938 e 1960, tendo vencido em 1937, pelo papel de Louis Pasteur no filme The Story of Louis Pasteur, de 1935. Pela atuação no mesmo filme recebeu a Copa Volpi no Festival de Veneza de 1936.

Paulette Goddard (1910 – 1990): Ficou conhecida por sua dupla com Charles Chaplin, em filmes como Tempos Modernos e O Grande Ditador, porém outro filme de destaque é The Women.

Robert Taylor (1911 – 1969): casado com Barbara Stanwick, Entre 1936 e 1939, Robert Taylor atuou ao lado de algumas das maiores estrelas de Hollywood, sempre em papéis de galã.

Ronald Colman (1891 – 1958): Iniciou sua carreira no cinema mudo, tornou-se, rapidamente, famoso, mantendo sua popularidade mesmo após o advento do cinema falado. Muitos de seus primeiros filmes, da época do cinema mudo, foram perdidos.

Shirley Temple (1928 – 2014): ainda criança fez enorme sucesso em filmes como The Little Princess, Bright Eyes e Heide. Trabalhou até a adolescênia e na idade adulta se tornou política.

Spencer Tracy (1900 – 167): um ator sério porém com problemas de alcoolismo, foi considerado um dos maiores do século XX. Dos filmes de destaque podemos citar Boys Town e Captains Courageous.

Sylvia Sidney (1910 – 1999): oi uma atriz norte-americana, famosa pelos dramas lacrimosos que protagonizou na Paramount Pictures.

Thomas Mitchell (1892 – 1962): oi um premiado ator e roteirista estadunidense. Mais conhecido por ter interpretado Gerald O’Hara, o pai da heroína sulista Scarlett O’Hara no filme.

Una Merkel (1903 – 1986): Com sua aparência de boneca combinada com um forte sotaque sulista e ironia, animou dezenas de filmes da época e trabalhou com a maioria das estrelas da época.

W. C. Fields (1880 – 1946): pseudônimo de William Claude Dukenfield, foi um humorista e ator estadunidense. No cinema, foi um dos criadores mais inventivos da comédia burlesca e era conhecido por seu mau humor.

Wallace Beery (1885 – 1949): Beery apareceu em cerca de 250 filmes durante uma carreira de 36 anos. Era o ator mais bem pago do mundo na década de 30.

William Powell (1892 – 1984): foi um ator norte-americano, conhecido por seus papéis sofisticados e cínicos.

Comente Aqui!