Melhores Filmes de Vincente Minnelli

434

Vincente Minnelli foi um diretor fundamental para os musicais. Antes de partir para Hollywood, trabalhou na Broadway, onde se especializou em comédias musicais. Confira alguns de seus melhores filmes.

Lester Anthony Minnelli, nascido em 28 de fevereiro de 1903 em Chicago, se transformou em Vincente Minnelli bem mais tarde. Ele estava iniciando seus primeiros passos no departamento de figurinos e cenografia e queria homenagear seu pai, que se chamava Vincente. A MGM sabia que ele não tinha muita experiência, e deixou-o aprender um pouco mais com outro grande mestre: Busby Berkeley. Minnelli deu algumas ideias para seus musicais, especialmente aqueles protagonizados por Mickey Rooney e Judy Garland (que mais tarde se tornaria sua esposa).

A estréia como diretor veio em Uma Cabana no Céu (Cabin in the Sky, 1943), um filme sobre um homem viciado em jogos e que recebe a oportunidade de se regenerar. Com o elenco totalmente formado por afro-americanos e chegou a ser indicado ao Oscar de Melhor música original. Após o lançamento ele estava pronto para uma carreira vitoriosa.

Minnelli morreu em 25 de julho de 1986. Tinha 83 anos e sofreu durante um bom tempo com um enfisema e alzheimer. Deixou duas filhas, Liza Minnelli e  Christiane.

Foram quase 4 décadas dedicadas ao cinema e 38 filmes, onde se destaca um mundo de beleza e cores. Como fruto de sua vivência no teatro, ele investia nos cuidados com os figurinos e cenários, primando sempre pela visão suntuosa. O resultado disto eram musicais requintados que se tornaram a cara da MGM. Mas o diretor não dirigiu apenas musicais. também dirigiu comédias e melodramas. Fiz uma lista de alguns de seus melhores filmes:

Agora Seremos Felizes (Meet Me in St. Louis, 1944): O filme traz a história da simpática família Smith, de classe média e nos preparativos para celebrar a tradicional Exposição de Louisiana no ano de 1904. Tudo começa a mudar quando o pai recebe uma proposta para mudar de cidade. A família decide então se mobilizar para que isso não aconteça. Com Judy Garland e Margaret O’Brien.  Leia mais em nossa matéria.
O Ponteiro da Saudade (The Clock, 1945): Alice conhece o jovem soldado, Joe em uma estação de trem. Ele tem apenas 48 horas de licença. Sem destino definido, o rapaz acompanha Alice por Nova York, passeando por locais conhecidos. Com Judy Garland e Robert Walker. Leia mais em nossa matéria.
O Pirata (The Pirate, 1948): Manuela (Judy Garland) está noiva do prefeito da cidade mas é fascinada pelo pirata Macoco. Serafin (Gene Kelly), um ator que chega à cidade, decide fingir ser o pirata para conquista-la. Confira mais em nossa matéria.
A Sedutora Madame Bovary (Madame Bovary, 1949): Jennifer Jones é a personagem principal desta adaptação do livro de Gustave Flaubert. Leia mais sobre a personagem nesta matéria.
O Pai da Noiva (Father of the Bride, 1950): George Banks (Spencer Tracy) é um homem que ama sua família.  Mas tudo muda quando George recebe uma notícia-bomba: sua filha (Elizabeth Taylor) vai se casar! Acometido de uma crise de ciúmes, George cria mil confusões da festa de noivado ao grande dia, para não perder a única filha. O filme teve uma continuação chamada “O Netinho do Papai”, também dirigido pelo Minnelli.
Sinfonia de Paris (An American In Paris, 1951): Jerry é um ex-soldado americano que vive na França. Um belo dia ele conhece Lise (Leslie Caron), uma bela francesinha por quem ele irá se apaixonar. O filme recebeu seis Oscars.
A Roda da Fortuna (The Band Wagon, 1953): Tony Hunter (Fred Astaire) junta-se a seus amigos e tentarão voltar a fazer sucesso. Em meio a tudo isso, surgem problemas de adaptação. O filme tem uma das melhores sequências musicais da história do cinema Com Cy Charisse, Nanette Fabray e Oscar Levant. .
Lua-de-Mel Agitada (The Long, Long Trailer, 1953): Nicholas Colini é um engenheiro civil que é convencido por sua noiva Tacy a comprar um trailer e viajar pelo país. Claro que nada dá certo. Com Desi Arnaz e Lucille Ball. Leia mais em nossa matéria.
A Lenda dos Beijos Perdidos (Brigadoon , 1954): Brigadoon é uma cidade encantada que aparece apenas uma vez a cada século. Tommy (Gene Kelly) acaba se apaixonando por uma das moradoras do local, Fiona (Cyd Charisse). Ele terá que decidir se ficará em Brigadoon ou abrirá mão de sua amada para sempre.
Sede de Viver (Lust for Life, 1956): Kirk Douglas em uma de suas melhores performances. Aqui ele é Van Gogh, o gênio da pintura que vive entre a genialidade e a mente atormentada. Com Anthony Quinn, James Donald e Pamela Brown.

 

A Casa da Colina (Home from the Hill , 1960): Tenho uma enorme simpatia por este filme também conhecido como Herança da Carne. Mitchum é o capitão Wade Hunnicutt, um fazendeiro mulherengo e amoral que está em conflito com sua família. Um grande melodrama e crítica aos velhos costumes familiares. Com Eleanor Parker, George Peppard e George Hamilton.
Adeus às Ilusões (The Sandpiper, 1965): Laura (Elizabeth Taylor) é uma artista. Quando ela vi visitar seu filho adolescente, conhece o sacerdote dward Hewitt (Richard Burton). Logo os dois se apaixonam. Confira várias fotos dos bastidores deste filme.

 

Comente Aqui!