Melhores Trilhas Sonoras de Miklós Rózsa

148

Miklós Rózsa nasceu na Hungria em 18 de abril de 1907 e faleceu em 27 de julho de 1995. Sua mãe era pianista o treinou desde cedo, e seu pai amava música folclórica. Rózsa alcançou sucesso inicialmente na Europa e começou a trabalhar para o cinema em 1933 em As Quatro Penas Brancas (1939) e O Ladrão de Bagdad(1940). Mudou-se para a América e iniciou uma carreira de sucesso com peças musicais para Spellbound (1945). Em 1943 ele começou sua colaboração com Billy Wilder, com o filme Five Graves to Cairo. Em 1945 ele trabalhou com Hitchcock em Spellbound, e o cineasta não gostou do resultado. O compositor se negaria a trabalhar novamente com Hitchcock. Mas suas trilhas mais marcantes são as feitas para os filmes épicos como Quo Vadis (1951), Ivanhoe (1952), Ben-Hur (1959) e Rei dos Reis(1961) .

Quo Vadis? (1951)

El Cid (1961)

Madame Bovary (1949)

Quando Fala o Coração (1945)

Farrapo Humano (1945)

Sede de Viver (1956)

O Rei dos Reis (1961)

Ivanhoé, o Vingador do Rei (1952)

Ben-Hur (1959)

Fatalidade (1947)

Comente Aqui!