Oito Curiosidades sobre Richard Widmark

678

Infelizmente  é um ator pouco lembrado. Porém, imprimiu seu nome na história do cinema com vilões inesquecíveis, estabelecendo sua marca entre os melhores atores do pós-guerra. Confira algumas curiosidades sobre sua carreira:

1. Sua avó foi a responsável por seu amor pelo cinema

Sua avó o levava para sessões de cinema quando ele tinha apenas quatro anos. Já adolescente, Richard costumava ir sozinho, assistindo a grandes clássicos como Drácula (1931) e Frankenstein (1931).

2. Ele queria ser advogado

E chegou a estudar Direito. Porém, desistiu de tudo quando ganhou um papel principal em uma peça. Ele foi professor-assistente de Arte dramática na Universidade de Lake Forres e trabalhou como narrador.

 

 

 

3. Richard Widmark foi indicado ao Oscar coadjuvante pelo primeiro papel que fez no cinema.

O ator estreou nas telas em O Beijo da Morte (1947), interpretando um vilão. Por seu papel foi indicado ao Oscar de Melhor ator coadjuvante. Perdeu para Edmund Gwenn por De Ilusão também se vive.

 

4. Ele trabalhou de forma constante até sua aposentadoria aos 76 anos

Ele trabalhou por seis décadas fazendo um total de 77 produções. Sua última aparição foi em A Um Passo do Poder (1991). No ano seguinte emprestaria sua voz para o telefilme Lincoln.

 

5. Apesar de fazer muitos papéis de vilões, ele era boa gente

Richard era contra todo tipo de violência e uso de armas. Ativista e democrata, pedia leis mais rígidas de controle de armas. O ator chegou a pedir desculpas a Sidney Poitier por sua fala racista em O Ódio é cego (1950).

6. Ele se tornou um ator independente após um contrato de 7 anos com a Twentieth Century-Fox

Isso lhe dava mais controle sobre sua carreira e ele podia escolher melhor seus personagens. A partir de então apareceu em vários westerns, filmes de aventura e dramas sociais.

7. Ele era fã de Spencer Tracy

 

Os dois atuaram juntos em Lança Partida (1954)

8. O ator era muito discreto na vida pessoal

Ele casou-se com a colega de curso, Jean Hazlewood em 1942. Os dois tiveram apenas uma filha, Anne Heath Widmark. Os dois permaneceram juntos até a morte dela em 1997. Dois anos depois, Richard se casaria com Susan Blanchard, com quem ficaria até sua morte em 2008.

 

O ator morreu em 24 de março de 2008. Ele morreu em decorrência de uma fraturado na vértebra que sofrera meses antes.

Comente Aqui!