Os melhores filmes de Cornel Wilde

366

Cornel Wilde nasceu em 3 de outubro de 1912 na Hungria. Aos 7 já estava na América. Após estudar teatro, começou a aparecer em pequenas peças em Nova York, estreando na Broadway em Moon Over Mulberry Street, em 1935. Dentre utras peças de sucesso que fez encontra-se Romeu e Julieta, uma produção feita por Laurence olivier. No cinema, após algumas participações sem ser creditado, ele fez uma pequena cena em High Sierra (1941), com Humphrey Bogart.

Dentre seus maiores sucessos está À noite sonhamos”, filme pelo qual foi indicado ao Oscar. Ele também foi diretor, fundando em 1956 sua produtora, a Theodora Productions. Dentre os filmes dirigidos está A Prova do Leão (1966).

O ator foi casado duas vezes. A primeira com a atriz Patricia Knight, com quem teve uma filha, Wendy. O casamento durou entre 1937 e 1951, ano em que ele se casou com a também atriz Jean Wallace. Com Jean ele teve um filho. O divórcio, porém, viria em 1981. Cornel faleceu em 16 de outubro de 1989, de leucemia. Tinha 77 anos.

Confira uma relação de alguns bons filmes com Cornel Wilde:

Amar Foi Minha Ruína (1945), de John M. Stahl: Leia mais sobre o filme em nossa matéria.
À Noite Sonhamos (A Song to Remember , 1945), de Charles Vidor: Cornel Wilde é Frédéric Chopin , um dos maiores gênios da música. Com Paul Muni e Merle Oberon.
Entre o Amor e o Pecado (Forever Amber, 1947), de Otto Preminger: No século 17, jovem revela-se uma aventureira. Seduzida e apaixonada por um lorde, Amber viverá momentos de dureza e fausto, será coberta de presentes, de angústia e prazer. Com Linda Darnell.
A Taverna do Caminho (1948), de Jean Negulesco: O proprietário de uma casa de shows em pequena cidade do interior, Jefty, contrata sigilosamente, a cantora durona Lily Stevens, contra a opinião de seu gerente Pete Morgan. Jefty está atraído por Lily, que, por sua vez, exercita seu fascínio sobre o resistente Pete. Quando Pete finalmente se apaixona por ela e ela recusa o pedido de casamento de Jefty, eles têm de enfrentar o ciume assassino de Jefty e seu plano camuflado de “punir” a ambos. Com Celeste Holm, Ida Lupino e Richad Widmark.
Apaixonados (1949), de Douglas Sirk: Uma mulher está em liberdade condicional. Seu agente, interessado em reabilitá-la, confia-lhe o trabalho de cuidar da própria mãe, uma senhora cega. Da intimidade nascerá a paixão. Para ele, abdicar a carreira e a dignidade familiar são riscos a se enfrentar. Já ela, poderá ter que sujar novamente as mãos de sangue. Mas será possível encontrar liberdade para o amor com os ombros assolados pelo peso de um crime? Com Patricia Knight.
O Maior Espetáculo da Terra (1952), de Cecil B. DeMille: Leia mais sobre o filme em nossa matéria.
Império do Crime (1955), de Joseph H. Lewis: Tenente recebe ordens para interromper a excessivamente custosa investigação sobre um criminoso, pelo qual está obcecado. Numa última tentativa de capturar o bandido ele se aproxima de sua namorada. Com Richard Conte.
Ódio Entre Irmãos (Storm Fear, 1955), de Cornel Wilde: Depois de ser ferido por uma bala, o ladrão de bancos Charlie Blake procura abrigo com sua gangue na casa da montanha do seu irmão. Lá ele reacende seu romance com a esposa do irmão e reconecta com o garoto que ele acredita ser seu filho.
A Prova do Leão ((The Naked Prey, 1966), Cornel Wilde: Grupo de homens está num safári na África, quando encontra uma tribo de índios. Um deles se recusa a dar uma oferenda, o que deixa a tribo ofendida. Os nativos então matam cruelmente os homens brancos, deixando apenas um vivo. Este será objeto de uma competição para os índios, que o fazem fugir como se fosse um leão para logo depois ser caçado.

xxxx

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEspelhos D’Alma (The Dark Mirror, 1946)
Próximo artigoO Formidável (2017)
Formada em Letras, Design e Especialista em Estudos cinematográficos. É sobretudo uma curiosa sobre o cinema. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.