Livro detalha caso de amor de Audrey Hepburn e William Holden

1125

Um novo livro revela o caso de amor e o desgosto sofrido pela atriz de Bonequinha de Luxo. Audrey Hepburn chorou amargamente quando William Holden revelou que não poderia lhe dar filhos. Uma das atrizes mais queridas do cinema americano, Audrey se transformou em um ícone de estilo e a terceira maior lenda do cinema, segundo a AFI.

A atriz estava preparada para jogar tudo para cima e ser tachada de “rouba maridos” se William Holden deixasse a esposa para se casar com ela. “Audrey era o amor de minha vida. Eu me apaixonei e nós queríamos nos casar.”, confessou o ator, vencedor do Oscar e cujos filmes incluíam Sunset Boulevard e Stalag 17.


O romance secreto que marcou a vida de ambas as estrelas foi desmiuçado pela primeira vez no livro Audrey e Bill, de Edward Z. Epstein. O romance entre os dois foi o assunto principal nos bastidores de Sabrina (1954), e com o envolvimento ficando sério, Holden decidiu abandonar a esposa, a também atriz Brenda Marshall, para se casar com Hepburn.

Mas Audrey tinha um sonho. Queria ser mãe. E quando Holden lhe revelou que tinha passado por uma vasectomia, a atriz decidiu abandoná-lo. “Eles eram tudo um para o outro, estavam loucos de amor, e se Holden pudesse ter filhos, eles teriam se casado na hora. Mas o desejo dela em ter filhos era esmagador. Embora deixar Bill tenha quebrado seu coração, ela queria ter seus próprios filhos.”, diz o autor do livro.

No entanto o caso de amor dos dois assombrou a vida de ambas as estrelas para o resto de suas vidas, e o desejo desesperado de Audrey tornou-se uma obsessão. A atriz mergulhou em dois casamentos que não deram certo e quase chegou ao suicídio após uma série de abortos espontâneos devastadores.

Segundo Edward Z. Epstein, apesar da imagem de boa moça cultuada em toda a sua vida, Audrey teve vários casos extraconjugais e não se achava uma boa atriz, lamentando não ter o talento de um Laurence Olivier.

Hepburn conheceu Holden nos bastidores de Sabrina, onde atuavam ao lado de Humphrey Bogart. Bogart queria sua esposa Lauren Bacall para o papel principal, e a entrada de Audrey o deixou hostil. A atriz acabou fazendo amizade com Holden e daí para um romance foi um passo. Na época a atriz de Bonequinha de Luxo o achava o homem mais lindo que já tinha conhecido. E logo se tornaram inseparáveis no camarim e em jantares privados. A atriz o chamava de “Anjo da guarda”, e ele era 11 anos mais velho que ela.

O livro infelizmente ainda não foi traduzido para o português. Mas se você quiser conferir na língua original, ele está à venda na Livraria Cultura no seguinte link: http://goo.gl/LuaxRX


Comente Aqui!