A extravagante Pauline Polaire

630
Adotando o nome artístico de Pauline Polaire (estrela polar), a estrela trabalhou como cantora e dançarina em music-halls. Chegou a ser retratada por Toulouse-Lautrec numa capa para revista em 1895 e foi um assunto frequente entre artistas. Dentre os artistas que a pintaram incluem-se Antonio de La Gandara, Leonetto Cappiello e. Rupert Carabin.
 
Nascida Emelie Marie Bouchaud em 14 de maio de 1874, teve dez irmãos, dos quais somente quatro sobreviveram à infância. Seu pai morreu de febre tifóide quando a garota tinha apenas cinco anos, e nos primeiros tempos ela e seus irmãos foram viver com os avós enquanto sua mãe tentava salvar os negócios da família. Sua mãe voltou a se casar e há relatos de que ele teria molestado a pequena Emelie. Aos dezesseis anos ela se muda em definitivo para a França, onde reencontra seu irmão Edmond. A estréia como cantora ocorreu no palco do La Cigale. Em 1891 ela já galgava seus primeiros sucessos.
Le Friquet 1904
Em 1895, Le Rire publicou um desenho de Toulouse-Lautrec em que mostrava Polaire nos palcos. Nesse período ela começou a se interessar em atuar também após ler alguns romances e se identificar com as personagens. Em 1902 estreava no Bouffes-Parisiens em “Claudine”,  uma peça assinada por Lugné-Poe e Charles Vayre. Após cento e vinte apresentações o sucesso tornou claro que ela nascera mesmo para os palcos. A própria Colette elogiou bastante a sua performance e teria tentado uma aproximação com Polaire. Alguns biógrafos chegam a afirmar que as duas tiveram um romance.
 
 No ano seguinte, Polaire reprensentou Friquet, uma jovem acrobata secretamente apaixonada por um homem que é seduzido por uma mulher rica. Desesperada, Friquet suicida-se. A peça se tornou um sucesso tão grande que em 1913 foi transposta para as telas por Maurice Tourneur. Infelizmente não encontramos partes do filme embora alguns sites afirmam existir algumas sequências.
A atriz fez turnês pela Europa e América, onde foi apresentada como uma mulher exótica. Com as suas apresentações, porém, todos verificavam que ela tinha um enorme talento nos palcos. De volta à sua terra, ela trazia muitos presentes recebidos de seus admiradores. Mas embora ela tivesse ganhado muito dinheiro, foi somente em 1911 que comprou uma mansão que pertencera a Madame Tallien. A atriz não gerenciava muito o dinheiro que ganhava, gastando excessivamente e viciando-se em jogos.
 Durante a grande guerra, Polaire desejava ir para o campo de batalha ajudar os feridos, mas desistiu após amigos lhe convencerem que sua generosidade poderia ser mal interpretada. Durante esse período muitas casas de shows e teatros estiveram fechados. A solução foi desempenhar seus papéis em cinemas de bairro, reduzindo os custos e também os valores que viria a receber. No entanto, as apresentações eram constantemente interrompidas por ataques aéreos.
Segundo o IMDB Pauline esteve em 37 produções cinematográficas, muitas das quais dirigidas por Maurice Tourneur. No entanto não encontramos nenhuma cena com ela. Sua última aparição em filmes foi em 1935.
A atriz teve vários problemas financeiros, tendo sua casa tomada por autoridades francesas em 1928. Sofrendo de depressão, e após perder parte do dinheiro que tinha, Pauline morreu em 1939 aos 65 anos de idade, em Champigny-sur-Marne, Val-de-Marne, França. Não teve filhos.
O sucesso de Polaine não deveu apenas ao seu talento, mas também a originalidade de suas apresentações. Pequenina, quase sem seios, com uma cintura que media 45 centímetros, ajudou a propagar a imagem da mulher ampulheta. O fato de sua pele ser morena e seus olhos de um negro intenso deram um ar sensual à sua figura. A aparência de Polaire chamava a atenção. Como cantora de cabaré usava saias curtas e cabelos também curtos, uma moda que só viria a surgir na década de 20. Complementando o visual, usava maquiagem nos olhos de forma pesada, imitando o estilo árabe.
Polaire por Toulouse-Lautrec
Pauline Polaire com Colette


 
Fontes:
http://www.polaire-1900.com/
http://deesk.pagesperso-orange.fr/polaire-1900/index.htm

Comente Aqui!