Nos Cinemas: Animais Fantásticos – Os Crimes de Grindelwald (2018)

92

Nesse feriado de 15 de novembro chega aos cinemas a continuação da trama paralela do mundo mágico de Harry Potter. Intitulado como Animais Fantásticos – Os Crimes de Grindelwald, o longa tem como objetivo informar um pouco mais para os eternos fãs do jovem bruxo como o personagem de Johnny Depp ganhou seu destaque no mundo bruxo e o que os mocinhos da trama fizeram para tentar barrar o vilão.

Para mim, a maior dificuldade do filme foi entender o roteiro dele. Desde o primeiro e continuando nesse segundo momento, sinto falta da ligação do roteiro do filme com a história do livro. No primeiro ainda tentei encaixar os buracos do roteiro com as informações extra-livros dadas pela autora da série, que buscava justificar cada um desses momentos. Mas nesse segundo eu tive um sensação diferente.
Eu sabia o que iria acontecer em cada um dos momentos mais importantes da história. Cheguei até a achar estranho essa previsibilidade, mas o filme é tão cheio de clichês que fica fácil prever cada novo acontecimento que aparece na tela. No final sai da sessão pensando que eu tinha lido sobre a danada da história em algum lugar, e que tava faltando muitas partes, partes que iriam fazer todo aquele contexto finalmente ter sentido.
Outro pronto que preciso destacar foi a escolha dos atores que  entraram como novos personagens que apareceram na trama. Alguns possuem uma caracterização completamente diferente do que se tem em mente. O Jude Law como Dumbledore poderia ter ficado muito bom, mas quem é fã busca a informação sobre quem o personagem é no livro, e por conta disso eu não consegui reconhecer o famoso bruxo nessa roupagem padrão que não condiz com o original.
E uma falha que achei grotesca foi de escalarem um ator mais novo para ser o irmão mais velho do Eddie Redmayne. Tudo bem que eles se parecem muito, mas poxa, custava ter colocado umas rugas no rosto do Callum Turner?
No mais posso dizer que o filme é o que o titulo diz, com grande destaque para o personagem do Grindelwald, o Newt tá lá ainda sem saber se é o principal ou não, os animais tem seus momentos de destaque, mas o estúdio bem que poderia melhorar na qualidade das animações.  Quem é fã mesmo de Harry Potter tenho certeza que vai amar, mesmo com todos esses defeitos que apontei aqui.

Comente Aqui!