Debbie Reynolds afirmava que Montgomery Clift e Liz Taylor eram amantes

1563
Com Elizabeth Taylor

Elizabeth Taylor e Montgomery Clift trabalham juntos em alguns filmes e ficaram muito íntimos durante as filmagens. Ele se tornou um de seus maiores amigos e ela chegou a socorrê-lo quando ele sofreu um grande acidente automobilístico, que o deixou desfigurado. Debbie Reynolds prepara um livro de memórias e nele pretende revelar que os dois foram mais do que amigos. “Claro que ele tinha seus namorados, mas era óbvio que ele e Elizabeth foram mais do que amigos. Elizabeth Taylor podia seduzir qualquer homem, fosse ele gay ou hetero”, escreve Reynolds, cujo primeiro marido, Eddie Fisher, a deixou em 1958 para ficar com Taylor, que tinha enviuvado há pouco tempo.

Reynolds trabalhou em clássicos como Singin ‘in the Rain, The Unsinkable Molly Brown e How the West Was Won e também estava presente quando Clift sofreu o fatídico acidente ao sair da casa de Liz. “Elizabeth correu em seu socorro. Foi ela quem tirou com suas próprias mãos uns dentes que com o acidente o sufocavam. Ela literalmente salvou sua vida”.

O acidente o fez passar por várias cirurgias reparadoras e o fez entrar em depressão, piorada pelo alcoolismo. O ator jamais se recuperaria, falecendo prematuramente em 1966, aos 45 anos de idade.

Comente Aqui!