Russ Columbo e o sucesso interrompido por uma morte bizarra

2387

Um homem belíssimo, com a carreira em ascensão, namorando uma das mulheres mais belas de Hollywood. Com tudo isto, faleceu de uma maneira bizarra aos 26 anos de idade.

Columbo iniciava uma carreira de grande sucesso ao lado de contemporâneos como Bing Crosby. Era um artista talentoso, bonito e que também começava uma tímida carreira no cinema. Nascido Ruggiero Columbo em 14 de janeiro de 1908 em New Jersey, era de uma família de descendência italiana. Ao todo seus pais tiveram 12 filhos e ele era o caçula.

Após abandonar a escola em 1925, Russ passou a viajar pelo país se apresentando como violinista e pianista. Ele também era barítono. As apresentações no Roosevelt Hotel, de Hollywood, fizeram com que seu nome passasse a ser reconhecido.

Ele se apresentava também em programas de rádio e ganhava notoriedade. Nesse período conheceu o jovem Bing Crosby, que também iniciava sua carreira de sucesso e, como ele, fizera parte da Orquestra de Gus Arnheim. A imprensa tratou de considerá-los rivais. Conseguiu também um contrato com a Universal e passou a fazer participações em filmes.

Foi então que decidiu ter sua própria orquestra. Partiu para Nova York onde se apresentou com sucesso no Paramount Theatre em Nova York em 1930. Foi a partir de então que se tornou nacionalmente conhecido e requisitado com as estações de rádio tocando suas músicas. Retornando a Los Angeles, conseguiu um contrato com a Universal.

Surgiram sucessos como “You Call It Madness, I Call It Love”, “You Call It Madness, but I Call It Love”, “Prisoner of Love”, “Too Beautiful For Words” e “Guilty”.

Ele conheceu várias mulheres bonitas graças ao seu charme e carisma. Dentre elas estava a atriz Dorothy Dell, Pola Negri e até mesmo Greta Garbo tiveram seus nomes incluídos em sua lista de supostas namoradas. Suas músicas posteriormente foram gravadas por artistas como Frank Sinatra, Jo Stafford e Fats Waller, dentre outros.

Namoro com Carole Lombard, “o amor de sua vida”

Mas nenhuma se equiparava a Carole Lombard. Bing Crosby mais tarde falou que não foi Clark Gable, e sim Russ Columbo que o amor de sua vida. Em 1938 a própria Carole faria essa afirmação quando corrigiu o biógrafo Larry Swindell dizendo: “Russ Columbo foi o grande amor de minha vida… e isso definitivamente não tem como ser mudado“. A atriz saía de seu casamento com William Powell quando foi ver uma apresentação de Russ no Cocoanut Grove. Foi a partir de então que iniciaram o romance em 1933.

Os estúdios não viam o namoro com bons olhos e preferiam que a estrela tivesse seu nome ligado a outros artistas mais famosos. Mas os dois se tornaram, mesmo assim, inseparáveis em festas e apresentações do cantor.

Ele era muito romântico e enviava-lhe flores constantemente. Sua devoção encantava Carole. Esta por sua vez era adorada por ele que admirava sua independência. Russ tinha planos de se casarem, já que se complementavam. Em 1934 eles estavam profundamente apaixonados e Carole concordara em se converter ao catolicismo, religião do namorado. Além disso, incentivavam a carreira um do outro.

No domingo de 2 de setembro de 1934 eles iriam jantar juntos. Mas este encontro jamais ocorreu. Neste mesmo dia, Russ estava morto, e Carole desolada com a notícia.

Uma morte acidental

 

Arma que matou Russ Columbo. Fonte

Russ deu entrada no Hospital Goog Samaritan com uma bala no cérebro. Tinha recebido o tiro, vindo de uma descarga acidental de uma velha pistola que pertencia ao seu amigo, Lansing Brown Jr.

Brown era fotógrafo e estava examinando a arma que pertencia ao seu acervo de armas da Guerra Civil, quando esta disparou acidentalmente. Atingiu o topo de uma mesa e o tiro recocheteou, atingindo em cheio Russ na altura do olho esquerdo. Brown e Russ eram amigos de longa data e não era incomum que o cantor o visitasse em sua casa.

Segundo o cirurgião, todos já sabiam que ele dificilmente sobreviveria à operação e retirada da bala no cérebro. Dr. Patterson, especialista chamado na ocasião, informou que o mesmo faleceu antes mesmo do socorro médico. Ele também ficou surpreso que, devido à gravidade, o cantor tenha sobrevivido durante tantas horas. A bala entrou por um olho e foi parar na parte de trás do crânio, sendo impossível sua retirada.

Consequências após sua morte

Seu amigo Brown foi interrogado e após ser verificada que a morte foi um acidente, ele foi liberado. A mãe de Russ havia sofrido um ataque cardíaco dias antes e não foi informada sobre o caso. Seus filhos decidiram que ela jamais saberia da morte do filho mais novo. Isso não seria fácil, já que o cantor morava com os pais. Russ tinha uma boa relação com eles, que já o tiveram com uma idade mais avançada. Também tinha muito cuidado, principalmente depois que ele perdera sua irmã e vira o sofrimento da mãe.

E para isso seus irmãos criaram, ao longo dos anos, estratégias para esconder a morte dele para a mãe: tocavam músicas simulando que ele estava ao vivo no rádio, falsificavam cartinhas “escritas” por ele e diziam que o cantor estava em outro Estado. A Sra Nicholas Columbo faleceu em 1944, 10 anos depois da morte de Russ. Não deve ter sido fácil.

Carole Lombard, por sua vez, ficou destruída com a morte de seu namorado e assim ficou durante meses. Em 1939 ela se casaria com Clark Gable juntos e formaram um dos casais mais conhecidos de Hollywood. O que poucos sabem é que a atriz, também falecida de maneira trágica em 1942, comprou um jazigo no Forest Lawn, ao lado do de Russ Columbo. Ela fez isso de maneira discreta para que não constrangesse Clark Gable.

Infelizmente seu desejo não foi seguido, e ela foi enterrada em um outro jazigo. Anos depois, Clark Gable foi enterrado ao seu lado.

Confira também:

Carole Lombard, um Cometa Inesquecível

Comente Aqui!