Você se lembra de Marge & Gower Champion? Nós te ajudaremos a lembrar de uma das mais doces duplas do cinema

342

Há algumas duplas que fizeram enorme sucesso nas telas e sempre estão na memória de seus fãs. Posso citar a mais famosa delas, Fred Astaire e Ginger Rogers, mas também também havia uma que levava milhares de pessoas. Estou falando de Marge e Gower Champion.

Gower Champion nasceu em 22 de junho de 1919 em Genebra, e estudou dança desde criança. Já adolescente frequentava casas noturnas onde podia ver apresentações de colegas. Em 1939 ele começou a fazer uma dupla de dança com Jeanne Tyler. Eles chegaram a dançar em “The Dipsy Doodler”, filme lançado em 1940. Infelizmente não consegui achar nenhuma imagem dos dois neste filme, mas consta que eles fizeram uma pequena participação dançando.

Champion seguiu uma carreira na Broadway como dançarino, e após servir durante a guerra conheceria aquela que mudaria sua vida: Marjorie.

Nascida em 2 de setembro de 1919, Marjorie, mais conhecida como Marge, começou a carreira também ainda jovem, como modelo e dança para filmes da Walt Disney. Sua irmã Lina Basquette era bem famosa nos filmes e também atuava  desde a tenra idade. Portanto, era natural que a pequena enveredasse nesse caminho. Já aos 12 Marge tinha assistência de seu pai e e foi contratada para trabalhar em  Snow White e Seven Dwarfs (Branca de Neve, 1937), ajudando com seus movimentos para a figura da Branca de Neve.

Servindo de modelo para Branca de Neve

Ela também participou da mesma maneira em outras animações da Disney, dentre elas Pinochio (1940).

Apenas veja que casal mais lindo

Como eles se encontraram

Os dois se conheceram quando ainda eram adolescentes, e se mantiveram amigos enquanto cada um seguia suas carreiras particulares. Gower viajou boa parte da década de 30 com Jeanne Tyler (também não consegui encontrar uma mísera foto dela no google) enquanto Marge se casou com Art Babbit em 1937 enquanto ela trabalhava para a Disney. Art Babbitt era animador de filmes e a usou em alguns dos filmes que já citei. Quando Marge se divorciou em 1948 e finalmente se uniu em uma parceria duradoura com Gower. Naturalmente se apaixonaram e uniram o útil ao agradável, fazendo uma parceria de imenso sucesso tanto nas telas quanto nos palcos e televisão.

O casal com Debbie Reynolds, que parecia ser amiga de todo mundo. Uma querida

As maiores contribuições do casal para as telas foi através dos musicais da MGM. Resolvi separar alguns momentos musicais aqui abaixo para vcs terem ideia de como eram os dois:

A dupla junta era imbatível, e como vocês podem ver nessa compilação de vídeos que fiz, alguns de seus maiores sucessos foram  Show Boart (1951), Lovely to Look At (1952) e  Jupiter’s Darling (1955). A MGM queria mesmo fazer deles uma espécie de novos Astaire e Rogers, mas eles não gostavam muito da história.

Show Boart (1951)

Em 1957 eles ganharam uma própria série de tv, algo que estava se tornando muito comum naquela época. De alguma maneira os artistas de cinema de maior destaque sempre eram convidados para terem suas participações em um meio de comunicação que só crescia. Nesse programa chamado The Marge e Gower Champion Show eles apresentavam números de dança e música e contavam com participações de alguns amigos.

O casal continuou com um enorme sucesso até que os musicais de uma forma geral deixarem de ser um gênero muito querido por seus fãs. Gower voltou-se para a Broadway e Marge diminuiu muito suas atividades para se dedicar aos filhos.

Gower em uma de suas últimas fotos

Em 1979 Gower foi diagnosticado com câncer no sangue, um câncer muito raro, e embora tenha começado um tratamento, continuou seu trabalho. Coincidentemente o último espetáculo que ele dirigiu entrou em cartaz na exata noite de sua morte em 25 de agosto de 1980. E foi com muito pesar que o elenco e o público receberam a noticia. 42nd Street acabou sendo um dos maiores espetáculos daquele ano. Mas as pessoas não superavam uma perda tão significativa.

Marge também se dedicou a trabalhos na igreja presbiteriana, onde dirigia grupos de dança e oferecia workshops em todo o país. Além disso continuou com seu trabalho de coreógrafa até enquanto pode. Atualmente ela ainda está viva e chegou a ser entrevistada para o programa The Swimmer. É possível ver neste vídeo abaixo o depoimento realizado em 2011 por essa atriz que completou 98 anos esse ano.

 

Vale a pena olhar este aqui também:

Comente Aqui!