Ziegfeld Follies, o Brilho dos Espetáculos e das Estrelas mais belas

824

Florenz Ziegfeld quis montar um espetáculo grandioso, inspirado no Folies Bergeres de Paris, e o chamou de Ziegfeld Follies. Várias peças eram realizadas com o que haveria de melhor: roupas elaboradas, lindas dançarinas, nenhuma economia na produção e muito, muito glamour.

Até a chegada do cinema mudo, foram realizadas 24 edições do Espetáculo teatral, e muitas atrizes que seguiram estrada posteriormente no cinema, tiveram sua estréia nos palcos do Ziegfeld, como Fanny Brice, Marion Davies, Mae Murray, Paulette Goddard, Joan Blondell, Nita Naldi, Dorothy Mackaill, Eve Arden, Billie Dove, Gilda Gray, Barbara Stanwyck, Louise Brooks, Norma Shearer e Alice Faye. Com a chegada do cinema falado, os espetáculos acabaram perdendo o seu público.


Em 1936, depois que a viúva de Florenz (Billie Burke) autorizou, chegou às telas do cinema o filme “The Great Ziegfeld”, com William Powell e Myrna Loy nos papéis principais. Ziegfeld Girl e Ziegfeld Follies seriam outros filmes que homenageavam o Espetáculo.

Florenz Ziegfeld Jr. (Chicago 21 de Março de 1869 – Nova York 22 de Julho de 1932) foi o último e o mais esplendoroso expoente da beleza relativamente inocente e sensual que o palco já conheceu.

Ann Lee Patterson

Doris Eaton foi a última garota ZIegfeld a morrer. Nascida em 1904, na Virginia, ela foi dançarina e atuou em alguns filmes mudos. Doris aprendeu a dançar ainda criança, juntamente com suas irmãs. Por volta de 1918, depois de anos fazendo teatro, chegou à Companhia Ziegfeld Follies. A dançarina morreu em 11 de maio de 2010, aos 106 anos, fechando de uma vez um ciclo de ouro. Morreram todas as ziegfeld girls.

Doris Eaton
Doris Eaton mostra com orgulho a foto da época em que era dançarina do Ziegfeld Follies

 

Comente Aqui!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVinte e Quatro Olhos (1954)
Próximo artigoOs Amores de Greta Garbo
Formada em Letras, Design e Especialista em Estudos cinematográficos. É sobretudo uma curiosa sobre o cinema. Fundadora do site Cinemaclássico, estuda cinema desde 2002. Ama Charles Chaplin, Raj Kapoor e navega constantemente em filmes de todo o mundo.