As Melhores Adaptações de O Morro dos Ventos Uivantes para as Telas

23788

O Morro dos Ventos Uivantes (Wuthering Heights) foi o único romance escrito por Emily Bronte um ano antes de morrer de tuberculose, aos 30 anos. Publicado em 1847, chocou muitos na época em que foi lançado, pois contava a história de amor e ódio entre dois jovens de maneira incomum, situando-os como pessoas com fortes falhas de caráter e que advinham de classes sociais diferentes. Foi criado um mundo próprio e com ares sobrenaturais que chamaram a atenção do cinema. E muitas versões foram realizadas, na maioria das vezes fugindo um pouco do roteiro original. Essas são as mais famosas versões:

Wuthering Heights (1920): Realizado em 1920 nos arredores de Haworth, foi a primeira adaptação de Emily Bronte para o cinema. Milton Rosmer e Colette Brettel faziam os papéis principais e dirigidos por A. V. Bramble. No entanto nenhuma cópia do filme sobreviveu e ele encontra-se perdido.No entanto, fotos e o roteiro original foram encontrados recentemente.

O Morro dos Ventos Uivantes (1939): Trazendo os astros Merle Oberon e Laurence Olivier nos papéis principais, foi dirigido por William Wyler e é uma das versões mais queridas dos cinéfilos. Não foi um grande sucesso de bilheteria e só retrata dezesseis dos trinta e quatro capítulos do livro. Ronald Colman, Douglas Fairbanks Jr., James Mason, Charles Boyer e Robert Newton foram sondados para o papel de Heathcliff.

Wuthering Heights (1950): A Studio One produziu um especial sobre O Morro dos Ventos Uivantes e trouxe Charlton Heston como Heathcliff e Mary Sinclair como Catherine. 
Escravos do Rancor  (1953): Nesta versão mexicana dirigida por Luis Buñuel, os nomes dos personagens principais foram trocados para Catalina e Alejandro, mas é essencialmente a mesma história. Irasema Dilián e Jorge Mistral são os protagonistas.

Wuthering Heights (1958) : Richard Burton esteve ao lado de Yvonne Furneaux nessa versão para a TV, e que infelizmente não existe em dvd.

O Morro dos Ventos Uivantes (1967): No Brasil também temos uma versão para a história. Lançada pela TV Excelsior trazia Altair Lima e Irina Grecco nos papéis principais.
Les Hauts de Hurlevent (1968): versão francesa trazia  Claude Titre e Geneviève Casile. Foi lançado em dvd na França.

O Solar dos Ventos Uivantes (1970): Robert Fuest dirigiu Anna Calder-Marshall e Timothy Dalton nessa versão que é considerada uma das melhores versões do livro e abrange somente a primeira parte da história.

Arashi Ga Oka (1988): temos também uma versão japonesa que além de mudar o enredo (transformando Cathy numa mulher que deixa a vila para se tornar uma sacedotisa) e muda a história para o Japão medieval. 

O Morro dos Ventos Uivantes (1992): Ralph Fiennes insistiu em realizar fielmente a cena em que Heathcliff bate com a cabeça contra uma árvore. Ele o fez tão diligentemente que chegou a se machucar. Uma Thurman chegou a fazer um teste para o papel de Catherine, mas Juliette Binoche foi a escolha final. Essa versão em geral é bastante fiel ao livro e tem algumas passagens bastante icônicas, tendo um estilo mais gótico.

O Morro dos Ventos Uivantes (1998): Esta versão traz Robert Cavanah e Orla Brady como protagonistas, e é bastante fiel ao livro.
O Morro dos Ventos Uivantes (2009): com Tom Hardy (Heathcliff) e Charlotte Riley (Catherine), foi uma série dividida em dois capítulos e que traz o Heathcliff mais atraente e perigoso de todos. É uma das melhores versões já feitas.

O Morro dos Ventos Uivantes (2011): Dirigido por Andrea Arnold, traz James Howson como Heathcliff e  Abbie Cornish como Cathy. Andrea Arnold inicialmente queria um ator de ascendência cigana para o papel principal, mas a comunidade cigana não foi muito receptiva. A diretora então abriu uma audição para atores entre 16 e 21 anos de diversas raças. James Howson foi finalmente escolhido.

Comente Aqui!