A História secreta do irmão de Mariyn Monroe

6464

Traduzido da postagem do facebook A Passion for Marilyn. Clique aqui para ler a postagem original.

Em 16 de agosto de 1933, Robert Kermit Baker, também conhecido como Jackie, meio-irmão mais velho de Norma Jeane, morreu com apenas 15 anos. Norma Jeane estava com 7 anos quando o irmão morreu e jamais o conheceu.

Ele era filho de Gladys Pearl Baker e Jasper / Jap / Jack Newton Baker. Gladys se divorciou de Jasper após sofrer inúmeras violências domésticas e o casamento se tornou insuportável. Ela então recebeu a custódia total de Berniece e Jackie, mas o pai tinha direito a visitas.

Berniece, meia irmã de Marilyn, afirmou em seu livro “Minha irmã Marilyn, uma memória de Marilyn Monroe” que seu irmão era simplesmente azarado. No entanto, hoje em dia, esses “acidentes” que ele sofria podiam muito bem ser analisados pelos serviços sociais.

Berniece conta no livro sobre uma vez em que o jovem Jackie quase perdeu um olho no início de sua vida. Ao que parece, o fato aconteceu quando Gladys e o marido estavam discutindo e quebraram um copo. O pequeno Jackie então, pegou o caco de vidro quebrado e levou ao olho. Já com três anos, a criança caiu de um carro enquanto seus pais discutiam. O pai culpou Gladys pelo acontecimento, dizendo que estava dirigindo e ela devia ter prestado atenção no filho. Por causa desse acidente, Jackie passou então a mancar.

Depois do divórcio de Gladys, Jap levou o filho para o hospital para tentar curar a perna. Mas por causa do tratamento, a perna ficou mais curta que a outra, já que o tratamento fez com que uma delas não crescesse no mesmo ritmo que a outra.

Nesse período Jackie foi diagnosticado com tuberculose óssea e colocado em um hospital em Louisville. Jackie passaria o resto dos dias entrando e saindo de hospitais. O próximo “acidente” ocorreu em um piquenique em 4 de julho enquanto o garoto brincava com fogos de artifício. Ele colocou fogos em uma garrafa de vidro e quando esta explodiu ele perdeu o olho direito.

Gladys, mãe de Marilyn e Jackie

Mais uma vez foi hospitalizado, e o pai, contra as regras do hospital, levou o filho pra casa. Com o organismo fragilizado, seus rins começaram a falhar, já que a infecção na perna nunca sarava. Pouco tempo depois, o garoto morreu em sua casa de insuficiência renal.

Gladys recebeu a notícia de maneira trágica. Na hora, atacou sua pequena filha, Norma Jeane, dizendo de maneira abusiva que deveria ser ela a morta. “Porque não foi você?” repetiu v´´arias vezes. Gladys entrou numa depressão profunda que a levou a um colapso. Ela acabara de recuperar a custódia de Norma Jeane, que naquele período começara a frequentar uma escola.

Nesta foto, vemos Robert Kermit “Jackie” Baker ainda criança. Sua vida curta foi ainda mais trágica do que a de sua famosa meia irmã, Marilyn Monroe.

Comente Aqui!