Filho de Mazzaropi revela que o pai era introvertido, mas estava sempre de bom humor

32279

O Sala Latina de Cinema foi em busca de mais informações para o tema Amácio Mazzaropi e lembrou de perguntar a quem o conheceu muito mais de perto: seu filho adotivo, André Luiz, que este ano anuncia novos filmes sobre seu pai e uma biografia ainda inédita que virá a ser publicada até o final do ano. Pediu desculpas por não estender-se mais nas respostas devido ao trabalho do Centenário. O que ele pretende este ano é viajar o Brasil para divulgar a obra de Mazzaropi.

Edson Gallo, Amácio Mazzaropi e Andre Luiz de Toledo

SL – Como era o seu pai Amácio Mazzaropi? E como foi a sua infância com ele?
ALM – Amácio Mazzaropi, meu pai, era um homem introvertido, sério, porém de bom humor. Brincalhão, chic. Gostava do que era bom, carros de luxo, só usava roupa da MINELLI, e só passeava de navio. Minha infância passei longe dele até porque sou filho de criação; mas passei com ele minha adolescência e juventude. Me ensinou o bem, o cinema, me deu uma carreira: a de artista aqui estou até os dias de hoje são 1585 apresentações do Tem Um Jeca na Cidade com o Filho do Jeca;

SL – Quais foram os filmes do seu pai em que você atuou?
ALM – Atuei em quatro filmes como o filho do jeca; Jecão Um fofoqueiro no céu (1977), Jeca e seu filho preto (1978), A banda das velhas virgens (1979) e Jeca e a égua milagrosa (1980).

SL – Você sabe de algumas curiosidades não muito conhecidas do público a respeito dos filmes do Mazzaropi?
ALM – São muitas as curiosidades, irei contá-las em meu livro até o fim do ano.

SL – Defina Amácio Mazzaropi:
ALM – Amácio Mazzaropi sinônimo de sucesso.

SL – Qual o maior legado que Mazzaropi deixou para seus familiares, amigos e fãs?
ALM – Seu maior legado, o JECA.

SL – Se algum outro cineasta brasileiro, fizesse um remake de alguma obra do seu pai, que filme gostaria que fosse?
ALM – Eu vou fazer este anos dois filmes em sua homenagem o curta Amácio e o longa Filho do Jeca.

SL – Você tem em mente algum cineasta brasileiro e ator que pudessem representar bem uma obra do seu pai?
ALM – Igual a Amacio Mazzaropi só Mazzaropi.

(Entrevista publicada originalmente no blog http://salalatinadecinema.blogspot.com.br/)

Comente Aqui!