Gene Tierney: Amar Um Príncipe Foi a sua Ruína

4035

Gene Tierney era filha de um grande magnata de Nova York. Linda e com um pai tão influente, foi fácil conseguir uma chance na Fox, em 1940, causando sensação com sua beleza exótica. Aos poucos ela foi aprendendo a atuar e é visível sua evolução do seu primeiro filme aos realizados posteriormente.

Na vida pessoal casou-se com o estilista Oleg Cassini. Foi a segunda de suas esposas e juntos tiveram uma filha. Durante uma apresentação, Gene, grávida, recebeu um abraço de uma fã que, sem que ela soubesse, tinha sarampo. Graças a esse incidente sua filha nasceu com problemas mentais. Naquela época era comum internar as pessoas com esse tipo de problema em instituições. Mesmo triste, Gene concordou que era o melhor a se fazer.
O casal ainda teve outra filha, desta vez sadia, porém o casamento não duraria muito mais tempo.
Gene com Oleg
Foi então que ela conheceu o príncipe Aly Khan, ex-marido de Rita Hayworth, e se apaixonou perdidamente. Rita Hayworth já tinha sofrido bastante na mão do príncipe, que apesar de ser rico, vivia às custas da atriz famosa. Ela também sofreu para ficar com a guarda de sua filha após a separação.
Gene provavelmente não sabia ou não queria saber disso. Ela tinha planos para casar-se com ele, mas Khan claramente demonstrava apreciar sua presença e nada mais. Enquanto ficavam tudo ia bem, mas quando Gene começou a pressionar o príncipe para que os dois casassem, ele se afastou rapidamente.
Gene e Khan

Gene sentiu-se humilhada e começou a desenvolver os primeiros sintomas da depressão que iria lhe acompanhar por toda a vida. Em 1955 foi internada em um sanatório, de onde só saiu três anos depois. Segundo a própria atriz, ela esteve “às portas da loucura”.

Em 1960 ela teve alta e recebeu um novo convite da Fox, mas não aguentou a pressão e foi novamente internada. Após sua saída, casou-se com Howard Lee, um milionário texano, ex-marido de Hedy Lammar. Howard foi compreensivo ao saber de seu histórico depressivo, e ela logo engravidou… para perder o filho aos 5 meses de gravidez. Alguns boatos disseram que o que levou ela a abortar a criança foi a notícia da morte do príncipe Aly Khan, coincidentemente na mesma época da perda do bebê.

Gene ainda faria o filme “Advise and Consent” e retornaria de vez ao Texas, declarando que Hollywood definitivamente não lhe trazia a paz que ela precisava. Gene e Howard ficaram casados até a morte dele, em 1981, 10 anos antes dela.

Comente Aqui!