Maiores Atores do Cinema Indiano Clássico

4166

O cinema indiano tem história. Contei um pouco dela nessa matéria aqui.

Até hoje os astros de cinema são considerado quase como deuses, seguidos por legiões de fãs por onde vão. Mas esse movimento veio desde o início do século passado. A época de ouro, porém, veio a partir da década de 50 e trouxe alguns atores e atrizes que se tornaram mitos. Separei alguns para vocês conhecerem um pouco mais:

Rajesh Khanna (1942–2012): ator, produtor e político, foi um dos primeiros superstars indianos, atuando em 15 filmes entre 1969 e 1971. Sua estréia veio em 1966 e participou de mais de 160 longas metragens ao longo de sua carreira, recebendo o FilmFare de Melhor ator em três ocasiões.
Amrish Puri (1932–2005): figura importante do teatro e do cinema, trabalhou com dramaturgos notáveis da época como Satyadev Dubey e Girish Karnad e é lembrado por interpretar muitos vilões em filmes indianos e internacionais, tendo participado de Indiana Jones e o Templo da Perdição (1984).
Amitabh Bachchan (1942): Amitabh é um ator de grande popularidade nas décadas de 1970 e 1980, tendo participado, desde então, em mais de 180 filmes, tendo influência até a geração atual.
Dimple Kapadia (1957): A atriz fez sua estréia nas telas aos 16 anos, no filme Bobby, dirigido por Raj Kapoor em 1973. Nesse mesmo ano ela casou-se afastou-se das telas, retornando 10 anos depois e após a separação. Dentre seu filmes de maior sucesso estão Saagar (1985), onde repetiu a dupla com Rishi Kapoor e Rudaali (1993), que lhe rendeu um prêmio de melhor atriz.

Guru Dutt (1925 – 1964): Diretor, produtor e ator, é o responsável por vários clássicos como Pyaasa e Kaagaz Ke Phool, incluídos nos maiores filmes de todos os tempos pela Time. O próprio Guru está entre os maiores diretores do mundo, sendo conhecido como o Orson Welles indiano e constando como um dentre os 25 maiores atores asiáticos de todos os tempos. Seus filmes são líricos e poéticos.

Madhubala (1933 – 1969): uma das atrizes mais queridas do cinema clássico indiano, fez filmes de sucesso entre as décadas de 40 a 60, quando faleceu precocemente aos 36 anos d eidade. Junto com Nargis e Meena Kumari, é considerada uma das atrizes mais influentes dos filmes hindis, além de ser uma das mais belas. Dentre seus filmes mais conhecidos estão Sr. & Mrs. ’55 (1955),Chalti Ka Naam Gaadi (1958) e Mughal-e-Azam (1960). Escrevi sobre ela nesta matéria. Clique aqui para ler.

Meena Kumari (1932 – 1972): Atriz e poetisa, estrelou mais de 90 filmes ao longo de 30 anos da carreira que começou ainda na sua infância. Muitos desses filmes alcançaram o status de cults e a atriz alcançou uma reputação ao interpretar papéis dramáticos e com personagens trágicas. Um de seus filmes mais lembrados é Sahib Bibi Aur Ghulam (1962). A atriz se tornou alcoolatra e teve a vida marcada por relacionamentos problemáticos, falecendo de cirrose em 1972. Ela é frequentemente citada nos meios literários como a rainha dos dramas.

Dharmendra (1935): Em 1997 Dharmendra recebeu um FilmFare por sua contribuição ao cinema hindi. Seus filmes de ação lhe renderam apelidos como He-Man indiano. Dentre seus filmes mais notáveis estão Sholay (1975).

Dev Anand (1923 – 2011): Ator, escritor, diretor e produtor, foi honrado com o Padma Bhushan em 2001 pelo conjunto de sua obra e é considerado um dos atores mais influentes da história do cinema indiano. Sua carreira durou mais de 65 anos e ele atuou em mais de 114 filmes, dos quais em 92 deles no papel principal. Chegou a fazer dois filmes ingleses.

Rajendra Kumar (1929 – 1999): Rajendra iniciou sua carreira na década de 40, aparecendo em mias de 80 filmes durante quatro décadas. Foi considerado um dos atores mais bem sucedidos da década de 60 e chegou a produzir vários filmes. Atuou com Nargis em Mother India (1957) e Sangam (1964).
Sadhana Shivdasani (1941 – 2015): ela sonhava em ser atriz desde a infância. Seu pai, que tinha muitos contatos dentro da indústria cinematográfica, lhe ajudou e ela estreou no número musical “Mur mur ke na Dekh mur mur ke” no filme Shree 420, do diretor Raj Kapoor. A atriz se tornou uma das mais queridas e ícone da moda ao usar franjas que foram imitadas por todo o país. Escrevi sobre ele nesta matéria. Confira clicando aqui.
Nutan (1936 – 1991): Nutan apareceu mais de 70 filmes em hindi durante suas quatro décadas de carreira. Além de bela, ela não tinha medo de encarar personagens pouco convencionais, e com isso recebeu aclamação do público e da crítica. Sua carreira iniciou aos 14 anos no filme Hamari Beti (1950), sendo dirigida por sua mãe que era diretora. Além de atriz ela também tinha uma voz belíssima e chegou a cantar em alguns filmes. Escrevi sobre ela nesta matéria AQUI.
Suraya (1929 – 2004): Uma atriz bastante popular, era também cantora, e embora não tenha tido treino formal na música foi uma cantora bem sucedida. Suraiya fez sua estréia como atriz ainda na infância, em usne Kya Socha (1937). Seu primeiro papel adulta foi em Ishara (1943). Em uma carreira de 22 anos, Suraiya cantou em cinco ou seis filmes e atuou em cerca de 65 filmes
Sharmila Tagore (1946): a atriz bengalense começou sua carreira artística participando do filme Apur Sansar, do mestre Satyajit Ray. Mais tarde ela apareceu em vários filmes do diretor, e também trabalhou em filmes hindis. A atriz foi premiada com dois Filmfare de melhor atriz. Em 1967 ela apreceu de biquini em Uma Noite em Paris, sendo a primeira atriz a aparecer com esses trajes em filmes.
Soumitra Chatterjee (1935): ator e poeta, é mais conhecido por sua colaboração com o cineasta Satyajit Ray, com quem trabalhou em 14 filmes e sua comparação com o bengalense e contemporâneo Uttam Kumar. Soumitra estreou em Apur Sansar (1959) e colecionou filmes de sucesso, trabalhando com os diretores mais aclamados do cinema bengalense como Mrinal Sen, Tapan Sinha e Asit Sen. Em 2014, ele recebeu o Filmfare Awards de Melhor Ator Masculino por seu papel em Rupkatha Noy.

Leia também:

25 Fatos sobre o Cinema Clássico Indiano

Comente Aqui!