Ou Vai ou Racha (1956)

814

Quando fizeram Ou Vai ou Racha (Hollywood or Bust), Dean Martin e Jerry Lewis não mais se falavam. A amizade de dez anos resumiu-se a uma lembrança do passado. Lewis declarou posteriormente que jamais chegou a assistir ao filme.

Malcom Smith (Jerry Lewis) é um cinéfilo. Vê todos os filmes e conhece a maioria dos astros. Porém, ele sonha apenas com uma: Anita Ekberg. Seu sonho de conhecê-la o levará a participar de um concurso para ganhar um carro. Com ele poderá viajar até Hollywood. E ele comprou milhares de bilhetes.

Quem também quer ganhar o carro é Steve Wiley (Dean Martin), um vigarista sedutor que tentará ganhar o carro de maneira ilícita. Trapaceando o sorteio, Steve ganha, mas descobre com surpresa que Malcom também tinha um bilhete premiado. Após uma grande confusão, os dois decidem dividir o prêmio, partindo para Hollywood. Malcom não sabe, mas Steve quer livrar-se dele na primeira oportunidade.

Mesmo se tornando um veículo para a dupla, o roteiro original escrito por Erna Lazarus foi feito tendo em vista Shirley Booth e Humphrey Bogart. Ao assumir o projeto, Tashlin fez inúmeras mudanças, adequando ao estilo dos dois atores. Os créditos de Lazarus, porém, foram mantidos.

Quando esse filme estreou a dupla já estava desfeita. Não foi difícil para nenhuma das partes ter que conviver durante o longo período de filmagens. Lewis e Martin já não se falavam, e o Frank Tashlin teve que se virar para aguentar as queixas de ambos os lados.

Conta-se que em determinado momento, ele não aguentou as crises de Lewis e o mandou para casa. O ator chegou a declarar que este é o único filme da dupla que ele nunca viu, por motivos óbvios: era triste demais constatar o fim de um relacionamento de sucesso.

A dupla nos bastidores

Se não soubéssemos de tudo isso dificilmente iríamos notar alguma crise. A dupla permanece com a mesma química observada em outros filmes. Tudo parece transcorrer com o mesmo surrealismo de outras comédias deles. A maior parte da história se passa na estrada (road movies), e isto é suficiente para iniciarem várias gags como a da velhinha que pede carona e o quando Malcom resolve consertar o carro de Pat Crowley na estrada.

E quando Anita Ekberg surge, faz o que sabia melhor: posa como uma musa intocável e plena. A atriz que já havia trabalhado com eles em Artistas e Modelos, era uma querida de Lewis e Martin. Ela voltaria a trabalhar com os dois em trabalhos posteriores.

** O filme acabou de chegar ao Brasil em um lançamento da Obras Primas do Cinema. Ele faz parte do box SESSÃO ESPECIAL JERRY LEWIS & DEAN MARTIN, que traz dois filmes remasterizados em idiomas originais e dublagens clássicas. O outro filme é O Meninão. Você pode comprar o box em qualquer loja do ramo ou online na lojinha da Colecione Clássicos. Clique na imagem abaixo para ser redirecionado:

Comente Aqui!