Atrizes do Cinema Silencioso: Alice Joyce (1890 – 1955)

349

Alice Joyce é um nome esquecido do cinema mudo. Como sou uma grande fã desse período, resolvi trazer de volta alguns nomes que hoje ninguém lembra, mas que com certeza deixaram seu traço na história do cinema. Não deixe de conferir outros episódios. Vale muito a pena. Vamos falar hoje sobre Alice Joyce. 

A jovem nasceu em 1 de outubro de 1890 em Kansas. Quando ela tinha 10 anos, seus pais se separaram e ela e seu irmão Frank passaram a viver com o pai, John Edward. Eles se mudaram para a Virginia, mas pouco tempo depois sua mãe se casou novamente e veio buscar as crianças que passaram a viver no Bronx, Nova York.

Alice sempre foi uma menina bonita, e logo estava trabalhando como modelo de fotos quando foi vista pelo diretor Sidney Olcott. Ele lhe chamou para que ela participasse do filme The Deacon’s Daughter (1910). Alice tinha então 20 anos e parecia ter um grande futuro pela frente.

A garota passou a trabalhar para alguns estúdios, como a Essanay, a Kalem e a Vitagraph. Mas algum tempo depois passou a trabalhar de maneira mais independente. O Cantar do Meu Coração (Song o’ My Heart , 1930) acabou sendo seu último filme. Ela foi uma das atrizes que não conseguiram ultrapassar a barreira do cinema falado.

A atriz casou-se três vezes: com Tom Moore (os dois tiveram uma filha que chamaram de… Alice Moore). O casamentou durou entre 1914 e 1920.

Após o divórcio com Tom, ela se casou com James B. Regan, com quem teve sua segunda filha e ficou casada entre 1920 e 1932. Com ele também teve uma filha, Peggy Harris.

O terceiro casamento veio 1933, com o cineasta Clarence Brown, mas durou até 1942 quando ela declarou falência. Em 1946 ela se envolveu em um acidente automobilístico, mas mesmo com toda confusão envolvendo a separação, Brown a ajudou.

Após a aposentadoria precoce, ela chegou a trabalhar na vaudeville, mas nada parecia dar certa. Em seus últimos tempos a ex-atriz escrevia para ganhar a vida. Faleceu em 1955 após uma doença no coração. Tinha 65 anos e deixou sua herança, que incluía algumas jóias e uma casa para suas duas filhas.

Confira também:

Atrizes do cinema mudo: Bessie Love (1898 – 1986)

Comente Aqui!