Cary Grant – Tornar-se um Astro não foi fácil

709

Ao contrário do que pensam, não é tão fácil chegar ao estrelato. Cary Grant que o diga…

Archibald Alexander Leach (isso mesmo) teve uma infância pobre, marcada pela ausência da mãe que desapareceu. Somente mais tarde, já adulto, ele descobriria que o pai a internara em um sanatório com o intuito de casar com outra mulher. Sua mãe tinha o costume de vestir o garoto como uma menina, pois tinha o sonho de ter uma filha.

Aos 14 anos Cary resolveu fugir de casa e entrar para uma companhia de teatro. Tudo ia bem até que o dono descobriu que ele era de menor e o devolveu ao pai. Mas tão logo fez 16 anos, o futuro ator voltou à ribalta, e se especializou em acrobacias e danças. Foi para os Estados Unidos.

Lá o sucesso o esperava de braços abertos. Sucesso??

Ele passou poucas e boas, trabalhando como homem sanduiche, dividindo o apartamento com amigos (gays) que lhe admiravam e deixando de almoçar para comer a janta. Tempos difíceis. Vieram pequenas participações em musicais, e finalmente conseguiu um contrato com a Paramount, cujo primeiro trabalho foi mudar seu nome, afinal, quem era Archibald Alexander Leach?

Foi logo apadrinhado pela estrela Mae West, que exigiu que ele participasse de dois filmes seus.

Antes de morrer, Cary chegou a comentar com sua esposa que o pior ainda estava por vir: quando ele morresse choveria de gente falando inverdades sobre sua vida. Ele parecia saber o que dizia, pois começaram (ou recomeçaram) as especulações sobre sua sexualidade. O ator viveu durante um bom tempo com o também ator Randolph Scott, que alguns diziam ser seu amante.

Comente Aqui!