Morre Anna Karina, a musa da nouvelle Vague

11972
Anna Karina, 79 anos, atriz francesa

A atriz francesa faleceu aos 79 anos de idade na noite deste sabado, 14 de dezembro de 2019.

Anna Karina nasceu na Dinamarca em 22 de setembro de 1940 em Copenhagen. Foi só aos 17 anos que partiu para a França. Antes de se tornar atriz, trabalhou como modelo, posando para a Coco Chanel e Pierre Cardin. Hanne Karen Bayer, seu nome verdadeiro, foi vista pelo diretor Jean-Luc Godard através de um comercial de sabonete.

Após isso estreou nas telas em Uma Mulher é Uma Mulher (1961). Com o filme recebeu o Urso de Prata de Melhor atriz no Festival de Berlim. A parceria com Godard foi uma das mais ricas da história do cinema. nna Karina se tornou não só sua musa intelectual, mas também sua atriz principal e esposa. Foram ao todo oito filmes: Viver a Vida (1962), Uma Mulher é Uma Mulher (1961), O Amor Através dos Séculos (1967), O Demônio das Onze Horas (1965), O Pequeno Soldado (1963), Made in U.S.A. (1966), Bando à Parte (1964) e Alphaville (1965).

Anna chegou a trabalhar em um filme americano, Justine (1969) e escreveu três livros? Vivre ensemble (1973), Golden City (1983), On n’achète pas le soleil (1988) e Jusqu’au bout du hasard (1998), além de também ter sido cantora. A atriz era casada com Dennis Berry desde 1982.

Sua agente Laurent Balandras confirmou que Anna faleceu em um hospital de Paris devido a um câncer. Ela estava em companhia de seu marido, Dennis. O Le Monde também falou a respeito de sua morte.

O Ministro da Cultura da França escreveu em seu Twitter:

Comente Aqui!