Relembrando a Sensacional Lucille Ball

672

Antes de se tornar a inesquecível Lucy do seriado I Love Lucy, a atriz trabalhou como garçonete antes da fama e foi corista em revistas teatrais. Relembre um pouco mais da vida de Lucille Ball.

Lucille Ball nasceu em 6 de agosto de 1911 em Nova York e ainda criança já participava de peças teatrais. Lucille chegou a frequentar uma escola de artes dramáticas, mas em sua biografia foi enfática ao afirmar que a única coisa que lá aprendera foi a ter medo. A atriz trabalhou como garçonete e modelo, também e também foi corista em revistas teatrais. Em 1933 participou em “Roman Scandals”, dirigido por Frank Tuttle. No filme que trazia Eddie Cantor, Ruth Etting e Gloria Stuart nos papéis principais, Lucille apareceu como uma corista. As filmagens foram realizadas à noite, devido à pouca roupa usada por ela e outras coristas.  Não foi uma participação fácil. Em sua autobiografia, a atriz revelou que chegou a desmaiar em uma das tomadas.

Roman Scandals
No início de seu contrato com a RKO, Ball conseguiu pequenas participações. Dentre os filmes, Three Little Pigskins (1934) e Roberta (1935). Em 1940 a atriz mudou-se para a MGM, o estúdio conhecido por ter mais estrelas que o céu. Aparecendo em diversos títulos, teria sua vida mudada de vez quando conheceu Desi Arnaz.
O encontro marcaria a vida dos dois e eles acabaram se casando em novembro de 1940. O relacionamento, no entanto, foi conturbado desde o início, e Lucy sempre quis agrada-lo enchendo-o de mimos. Apesar dela ser uma mulher independente, ao lado de Desi se transformava. Desi também era conhecido por sua constante infidelidade. Quando chegou a guerra, ele foi servir o exército, enquanto ela tentava a sorte no cinema. Com o retorno de Desi, surgiu a ideia de juntos fazerem um programa na televisão.

Lucy e Desi
A ideia foi apresentada à CBS em 1950 e em maio eles formaram a “Desilu Productions”, assumindo a responsabilidade de um programa semanal na emissora. O dinheiro veio todo do bolso dos dois, e o risco era grande. Segundo Lucy:

“Até essa ocasião os programas eram ao vivo, ou gravados em video-tapes, os quais muitas vezes resultavam ridículos por não haver a possibilidade de corte e nova montagem como no cinema. Eu não pretendia abandonar uma situação segura na MGM para me arriscar assim. Portanto, preferimos gastar mais dinheiro para ter comédias filmadas com mais qualidade para a televisão. Seria uma espécie de consideração mútua, para nós e para o público.”

A série “I Love Lucy” era baseada na vida do casal mesmo, e alcançou o maior sucesso da TV americana, trazendo rios de dinheiro para o casal. Enquanto isso eles constituíram sua família, incluindo a gravidez de Lucy nos capítulos da série. Após 7 anos, a “Desilu Productions” já era a companhia de televisão mais poderosa do mundo. Em 1958 compraram a RKO Rádio em Hollywood e a RKO Pathé em Culver City. Mas o casamento estava aos pedaços. E após o divórcio com Desi, Lucy lançou “The Lucy Show”, trazendo do programa anterior apenas Vivian Vance. Em 1961 a atriz voltou a casar-se novamente. A imprensa chegou a especular se desta vez ela iria colocar o marido no programa.

Lucy e Gary Morton, seu segundo marido

“Não, desta vez não misturo mais negócios com vida pessoal. Não estou mais com idade de sacrificar minha paz de espírito para fazer dinheiro…”

Em 1962 Lucille foi eleita presidente da “Desilu Productions”, substituindo seu ex-marido Desi Arnaz e comprando a parte dele na sociedade, tornando-se a dona absoluta da companhia. Desta maneira, aos 51 anos de idade, Lucille Ball iniciava uma nova fase de sua vida.

Lucy ainda teve outros programas: Here’s Lucy e Life with Lucy, tornando-se uma das mais populares estrelas da tv americana e do mundo, tendo o programa exportado para diversos países, inclusive o Brasil. Na década de 60 decidiu trabalhar também no teatro e fez alguns filmes como Yours, Mine and Ours (1968) e Mame (1974).

A atriz morreu em 1989, aos 77 anos, tendo recebido muitos prêmios ao longo de sua carreira e póstumos, como a Presidential Medal of Freedom, entregue pelo então presidente George W. Bush em 1989. Em sua cidade natal, em Jamestown, foi feito um Museu em sua homenagem, e em 6 de agosto de 2001, quando seria o seu aniversário de 90 anos, a United States Postal, lançou um selo comemorativo em sua homenagem. Com tudo isso nós vemos que sim, o papai de Lucille Ball estava errada. Ainda bem que ela não foi uma filha obediente.

Comente Aqui!