Greta Garbo de A a Z

1033

Apelido: Katha (pronuncia-se Kêta). O apelido foi mantido porque era como ela pronunciava seu nome quando criança.

Beleza: Garbo mantinha sua forma física fazendo exercícios e caminhando diariamente. Sua alimentação também era regrada.

Colecionadora: durante seu auto-exílio das telas, Garbo passou a colecionar obras de artes, que recolhia em suas viagens pelo mundo. Dentre suas obras, encontravam-se quadros de Renoir, Bonnard, Rouault, Delaunay e Jawlensky.

Greta Garbo w John Gilbert em Love (1927)

Duas Vezes Meu (1941): último filme realizado pela diva. Tinha 36 anos. Durante muito tempo, George Cukor, o diretor, foi acusado de ter contribuído para o abandono da carreira de Garbo, já que o filme foi um fracasso.

Estudos: Greta abandonou a escola para começar a trabalhar, aos quatorze anos, quando seu pai morrreu. Seu primeiro trabalho foi numa barbearia.

Filmes Publicitários: foi através de pequenos filmes publicitários para lojas de Estocolmo, que sua carreira iniciou-se.

Garbo: O nome foi sugerido por Stiller, Mona Gabor, depois Gabôr, Gabro e finalmente Garbo. O sobrenome verdadeiro, Gustafson, era muito grande para ser utilizado nas telas.

Hollywood: em 1925, aos 19 anos, Greta desembarcou em Hollywood para fazer filmes na MGM. O sucesso não foi imediato. Nos primeiros filmes houve a dificuldade de comunicação, devido ao fato dela falar e entender pouco da língua inglesa.

Imprensa: a atriz desenvolveu uma relação de distância com a imprensa, incitada por Mauritz Stiller, que ficava em pânico toda vez que ela fazia alguma declaração. Ela também recusava-se a dar autógrafos aos fãs.

Title: TWO-FACED WOMAN ¥ Pers: GARBO, GRETA / ALTON, ROBERT ¥ Year: 1941 ¥ Dir: CUKOR, GEORGE ¥ Ref: TWO006AW ¥ Credit: [ THE KOBAL COLLECTION / MGM ]
John Gilbert: o departamento de publicidade da MGM divulgou o romance entre a atriz e o galã John Gilbert. Os dois teriam inclusive marcado o casamento, mas Greta desistiu no último momento, deixando-o em profunda depressão.

Kungliga Dramatiska Teatern: ela estudou durante 2 anos na Academia Real de Teatro Dramático, sendo descoberta pelo diretor Mauritz Stiller. Os dois fizeram um filme juntos: A Lenda de Gösta Berling (1924).

Legado: Garbo influenciou diversas atrizes como Marlene Dietrich, Tallulah Barnkhead, Joan Crawford, Katharine Hepburn e outras, que se diziam admiradoras da atriz.

Medidas: 1,71 de altura e peso entre 55 e 57 quilos. Sapatos 37.

Namoros: ela nunca se casou. Mas teve romances com homens e mulheres. Dentre os homens, Mauritz Stiller, George Schlee, Gayelord Hauser, John Gilbert, Cecil Beaton, Leopold Stokowski, George Brent e Noël Coward. Dentre as mulheres: Mercedes de Acosta, Salka Viertel, Lilyan Tashman, Fifi D’Orsay e Cécile de Rothschild. Você pode ler mais nessa matéria que fiz sobre o assunto.

Oscar: a atriz foi indicada ao Oscar por Anna Christie, Romance, A Dama das Camélias e Ninotchka, mas não levou nenhum.

Proscritos, Os (1926): primeiro filme americano. Garbo iniciou com este filme sua mania de não aparecer na première de seus filmes.

“Quero ficar sozinha”: considerada sua mais célebre fala em filmes, foi dita pela atriz no filme “Grande Hotel” (1925) e utilizado vastamente como um desabafo da própria atriz, que isolou-se após abandonar as telas.

Retorno adiado: durante as décadas de 40 e 50, Greta recebeu diversos roteiros e sugestões para um retorno às telas. Mas, por dúvida ou por aguardar algo sempre melhor, acabou por recusar todos eles.

Sacrifícios: Garbo teve que perder muitos quilos para estrear em Hollywood. Além disso consertou e arrancou alguns dentes e alisou e escureceu os cabelos.

Timidez: devido a sua timidez, poucas pessoas podiam ficar no estúdio durante sua interpretação.

Últimos anos: fumante desde os 12 anos, o organismo da atriz foi ficando cada vez mais frágil com o passar dos anos. Ela fez uma mastectomia em 1984 e sofreu um ataque cardíaco em 1988. Com problemas nos rins, acabou falecendo em decorrência de uma pneumonia no dia 15 de abril de 1990. Seu corpo foi cremado e suas cinzas enterradas no cemitério de Estocolmo. todo seu espólio foi para sua sobrinha Gray Reisfield. A atriz deixou uma fortuna avaliada em $ 32.042.429,02 dólares em obras de arte e propriedades.

Veneno de bilheteria: a atriz foi incluída numa lista que citava as atrizes consideradas veneno de bilheteria por não levarem mais ninguém aos cinemas e causarem prejuízo aos estúdios. Outros artistas que estavam na lista eram Marlene Dietrich, Joan Crawford, Katharine Hepburn, Mae West e Fred Astaire. Fiz uma matéria sobre os atores e atrizes considerados veneno de bilheteria. Clique aqui para ler.

Waleska: o filme Madame Waleska (1937) foi o único seu que teve prejuízo de 1,4 milhão de dólares.

Y: Garbo apareceu loira nas telas no filme “Como me queres” (1932).

X: a atriz morre em seis de seus filmes.

Zum zum zum: Garbo e Clark Gable não se davam bem. Ele a definiu como uma esnobe, enquanto ela dizia que ele interpretava tão bem quanto uma madeira.

Comente Aqui!