Os Bandidos do Tempo (1981)

594

Recentemente tivemos a notícia que a série Stranger Things é a mais nova queridinha do público brasileiro, desbancando Game of Thrones do posto de mais popular do IMDB. Tal fato se dá pela série trazer uma colcha de retalhos de grandes sucessos da década de oitenta. E para um público que cresceu mas ainda guarda bons momentos da infância, nada melhor que relembrar grandes filmes através de uma simpática série que se apresenta como uma colcha de retalhos.

Na esteira desse sucesso vejo com bons olhos o lançamento em dvd do filme Os Bandidos do Tempo, de Terry Gilliam pela distribuidora Obras Primas do Cinema. O diretor se tornou conhecido como um dos fundadores dos Monty Python, se destacando também por seus trabalhos com animações surreais.

Os Bandidos do Tempo narra a história de Kevin, um garoto solitário que refugia-se em sua imaginação para viver grandes histórias. Quando chega a noite, seu quarto é invadidos por seis simpáticos anões que estão fugindo após roubarem um mapa que mostra as coordenadas que permitem a viagem no tempo. E assim, viajando entre o futuro e o passado, eles passam a planejar grandes roubos sem que possam ser descobertos. Ao lado dos queridos anões, Kevin conhecerá personagens históricos como Napoleão Bonaparte, Agamenon e Robin Hood. Além disso, o filme é uma oportunidade de rever atores que em 1981 já se configuravam em grandes astros como o inesquecível 007 Sean Connery e a canastrona Shelley Duvall (como esquece-la em O Iluminado?).
Esse foi o segundo longa dirigido pelo diretor e revê-lo traz boas lembranças de uma infância dos anos 80 e que traziam outros filmes voltados para a infância, sendo os mais lembrados Os Goonies e Conta Comigo. Curiosamente, Os Bandidos do Tempo contou com a produção executiva do ex-beatle George Harrison, que era amigo de Gilliam e fez questão de participar do projeto compondo também uma música. Caso você veja os créditos finais, poderá conferi-la.

Agradando em cheio tanto crianças quanto adultos saudosos, o filme está sendo recebido com grande estima e traz ainda como extras uma entrevista com o diretor e com o estudioso de cinema Peter von Bagh. Há também depoimentos de participantes da produção, como o desenhista Milly Burns e o figurinista James Acheson.

Clique aqui para maiores detalhes do lançamento no site do Obras Primas do Cinema.

Comente Aqui!