Terence Hill, o nosso eterno Trinity!!!

9404

Terence Hill  nasceu em Veneza, na Itália em 29 de março de 1939. A primeira fase de sua infância foi passada na Alemanha, e foi difícil sobreviver em meio aos bombardeios da Segunda Guerra. Sua mãe era alemã e seu pai era um químico italiano.

Aos 12 anos teve sua primeira oportunidade nas telas, quando o diretor Dino Risi o chamou para participar de Vacanze col gangster (1954). Nesse período ele ainda usava seu nome no registro, Mário Girotti. Nesta cena abaixo ele já demonstrava talento para as telas:

https://youtu.be/dKFSCfwc9dM

Inicialmente suas participações nos filmes serviam para pagar seus estudos. Mas após estudar Literatura clássica na Universidade de Roma, seguiu seus instintos e resolveu que queria mesmo era ser ator.

Em 1961 fez uma participação em Pecado de Amor (1961), protagonizado por Sara Montiel. Aos 22 anos interpretava um jovem apaixonado que é rejeitado pela personagem de Montiel, que prefere ficar com o pai dele.

Em Pecado de Amor (1961) com Sara Montiel

Nos próximos anos o ator participaria de vários filmes, sempre em papéis secundários, mas teve a oportunidade de trabalhar com o diretor Luchino Visconti em O Leopardo (1963). Finalmente em 1967 conseguiu um papel de destaque em Deus Perdoa… Eu Não! (Dio perdona… Io no!, 1967), Western Spaghetti  dirigido por Giuseppe Colizzi. Essa foi a primeira vez que ele atuou ao lado de seu grande parceiro das telas: Bud Spencer. O sucesso foi tão imediato que eles passaram a se tornar uma dupla constante nas telas.

Sob pressão dos produtores, ele passou a se chamar a partir de então, Terence Hill. O nome foi escolhido após apresentarem a ele uma lista com mais de 20 opções. Segundo o IMDB, a decisão por Terence veio do fato de trazer as iniciais do sobrenome de sua mãe, Thieme.

Terence Hill e Bud Spencer

Nas décadas seguintes, a dupla se tornou tão popular que Hill passou a ser um dos atores mais bem pagos da Itália. Seus filmes ao lado de Bud eram sucesso de bilheteria. No Brasil eram exibidos constantemente na Rede Globo. Alguns títulos bem queridos do grande público foram: Chamam-me Trinity (Lo chiamavano Trinità.., 1970), de Enzo Barboni, A continuação, Trinity ainda é meu nome (1971), também dirigido por Enzo Barboni e O Meu nome é Ninguém (Il mio nome è Nessuno, 1973), de Tonino Valerii. O filme trazia no elenco o ator americano Henry Fonda.

Foram 19 filmes em que ele atuou ao lado de Bud Spencer, sendo o último deles A Volta de Trinity (Botte di Natale, 1994), dirigido pelo próprio Terence Hill, e que trazia um grande tom de nostalgia ao trazer novamente os personagens tão queridos.

O ator casou-se uma só vez. Em 1967 uniu os laços com Lori Hill, atriz e roteirista, com quem permanece casado até hoje. Com a parceira, teve dois filhos: Tanto Jess (nascido em 1969), quanto Ross (adotado em 1973) se tornaram atores. Porém, em 1990, quando tinha apenas 16 anos, Ross faleceu em decorrência de um acidente de carro, deixando a família inconsolável.

Lori e Terence
Terence e Jess

Bud Spencer faleceu em em 27 de junho de 2016, aos 86 anos. Terence foi um dos primeiros a chegar e parecia muito abatido ao rever o antigo companheiro no funeral. Na saída, evitou  dar entrevistas à imprensa.

O ator de 78 anos continua na ativa, curtindo sua família em seu rancho e atuando na série continua na ativa, e divide seu tempo entre as filmagens da série Don Matteo, que estreou em 2000 e permanece no ar até hoje. Nela, o veterano ator interpreta o padre Matteo Minelli-Bondini, que geralmente ajuda na resolução de crimes na cidade.

Comente Aqui!