Os Melhores Filmes de Roberto Rossellini

1508

Um dos principais expoentes do neorrealismo italiano, Rossellini (1906 – 1977) não se apegou apenas a um estilo. No princípio de sua carreira, a guerra foi uma temática constante e o investimento precário. Com isso ele focou no comportamento humano diante das barbaridades. Mas ele não ficou só nisso.

O diretor trabalhou dramas, com destaque a aqueles que fez em parceria com Ingrid Bergman, parceira nas telas e na vida, causando um escândalo que fez com que a atriz não fosse bem vinda à América. Neste período ele trabalhou mais as relações interpessoais, os amores e desamores. Após a separação de Ingrid, ele voltou a surpreender com filmes de temáticas religiosas e realizados exclusivamente para a tv.

Como pode-se ver, a nossa lista será bem eclética e um convite para conhecer melhor a obra do diretor. Aproveite e veja outros que estão fora da lista. Vale a pena conferir:

Roma, Cidade Aberta (Roma, città aperta, 1945): Essa imagem de Anna Magnani é uma das mais perfeitas do cinema. Um dos líderes da resistência se esconde dos nazistas. Ele tem em suas mãos um milhão de liras para seus companheiros. Ele pretende repassar o dinheiro através de um padre, mas algo pode dar errado.
Paisá (1946): Paisá é dividido em seis capítulos que faam sobre o comportamento das pessoas durante a guerra. Lista dos episódios: Episódio I – Sicília Episódio II – Nápoles Episódio III – Roma Episódio IV – Florença Episódio V – Apeninos Emilianos Episódio VI – Porto Tolle.
O Amor (L’Amore, 1948): protagonizado por Anna Magnani, uma das colaboradoras de Rossellini, o filme é dividido em duas histórias sobre amores e desamores. Esse filme também é especial porque foi a única vez que Federico Fellini apareceu como ator. Com Anna Magnani.
Alemanha ano zero (Germania, Anno Zero, 1948): Pós guerra em Berlim. Edmund é um garoto pobre que já trabalha para sustentar a casa, os irmãos e o pai doente. Um dia ele recebe um conselho inusitado: matar seu próprio pai.
Stromboli (Stromboli, Terra di Dio, 1950): Falo mais sobre este filme aqui neste link.
Europa ’51 (Europe ’51 , 1952): Irene tem muitos compromissos que a impedem de cuidar de seu filho de 12 anos. O garoto é muito sensível e sente sua falta. Um acontecimento irá mudar tudo.
Viagem Pela Itália (Viaggio in Italia, 1954): George Sanders e Ingrid Bergman formam um casal em crise que parte para uma viagem para vender um imóvel. Ambos pensam em se separar, mas será que ainda resta amor?
O Medo (La Paura, 1954): Irene é uma mulher casada que tem um caso com outro homem. Ela começa a receber ameaças e chantagens  de alguém pedindo que confesse sua infidelidade.
Onde Está a Liberdade? (Dov’è la Libertà…?, 1954): O que acontece quando se junta o grande Totó com Roberto Rossellini? Um grande clássico. Totó interpreta um homem que passou 20 anos na prisão e quando sai não consegue se adaptar. E agora?

Confira também:

Melhores Diretores Italianos

Comente Aqui!